Sequência (artes)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Uma sequência ou sequela (também conhecido pelo anglicismo sequel) é uma obra de literatura, filme, teatro, televisão, música ou jogo eletrônico que continua a história de, ou expande, algum trabalho anterior. No contexto comum de uma obra narrativa de ficção, uma sequência retrata eventos ambientados no mesmo universo ficcional de uma obra anterior, geralmente seguindo cronologicamente os eventos dessa obra.[1]

Em muitos casos, a sequência continua com elementos da história original, geralmente com os mesmos personagens e cenários. Uma sequência pode levar a uma série, na qual elementos-chave aparecem repetidamente. Embora a diferença entre mais de uma sequência e uma série seja um tanto arbitrária, é claro que algumas franquias de mídia têm sequências suficientes para se tornarem uma série, planejada originalmente como tal ou não.

As sequências são atraentes para os criadores e editoras/publicadoras porque há menos risco envolvido em retornar a uma história com popularidade conhecida ao invés de desenvolver personagens e cenários novos e não testados. O público às vezes fica ansioso por mais histórias sobre personagens ou cenários populares, tornando a produção de sequências financeiramente atraente.[2]

Nos filmes, as sequências são muito comuns. Existem muitos formatos de nome para sequências. Às vezes, eles têm títulos não relacionados ou uma letra adicionada no final. Mais comumente, eles têm números no final ou adicionam palavras no final. Também é comum que uma sequência tenha uma variação do título original ou tenha um subtítulo. Na década de 1930, muitas sequências musicais tiveram o ano incluído no título. Às vezes, sequências são lançadas com títulos diferentes em países diferentes, por causa do reconhecimento da marca percebido. Existem várias maneiras pelas quais os trabalhos subsequentes podem ser relacionados à cronologia do original. Vários neologismos foram criados para descrevê-los.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Fabrikant, Geraldine (12 de março de 1991). «Sequels of Hit Films Now Often Loser (Published 1991)». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 11 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 11 de outubro de 2020 
  2. Rosen, David (15 de junho de 2011). «Creative Bankruptcy». Call It Like I See It (em inglês). Consultado em 11 de outubro de 2020 

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikcionário
O Wikcionário tem o verbete sequência.