Sergei Korsakov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sergei Korsakov
Nascimento 22 de janeiro de 1854
Morte 1 de maio de 1900 (46 anos)
Moscou
Cidadania Império Russo
Ocupação psicólogo, psiquiatra
Prêmios Ordem de Santo Estanislau, 2.ª classe
Empregador Universidade Imperial de Moscou
Causa da morte ataque cardíaco

Sergei Sergeevich Korsakov (em russo:Сергей Сергеевич Корсаков) (3 de fevereiro de 1854, Gus-Khrustalny, Oblast de Vladimir14 de maio de 1900, Moscou) foi um neuropsiquiatra russo e um dos mais importantes pesquisadores na área da psiquiatria. Korsakov foi responsável pela descoberta da denominada Síndrome Korsakoff.[1]

Sergei foi o fundador da Escola de Psiquiatra de Moscou, além de ser o primeiro professor de psiquiatria da Rússia. Seu pioneirismo influênciou a direção em que as pesquisas científicas russas na área tomaram e divulgaram o trabalho realizado no país para o resto do mundo.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Sergei Korsakov nasceu em 3 de fevereiro de 1854 (22 de janeiro, no calendário russo) na cidade de Gus-Khrustalny, ao sul de Moscou.[2] Aos 16 anos, entrou na Faculdade de Medicina da Universidade de Moscou. Em 1875, passou a atuar como médico em uma clínica psiquiátrica denominada Preobrazhenskii. Entre 1876 e 1879, trabalhou na clínica de neurociência de Alexei Yakovlevich Kozhevnikov, pesquisador que adotou Korsakov como discípulo.[3]

Em 1887, produziu uma tese sobre a paralisia alcoólica, que rendeu-lhe o título de doutor e que daria, mais tarde, na sua principal descoberta, a Síndrome de Korsakoff. Da data desta publicação até 1891, Korsakov continuou publicando diversos artigos sobre o escopo da sua pesquisa, mas aprofundando em determinados temas, como a paralisia alcoólica e a sua relação com a perda de memória, a amnésia ou a desorientação.[4]

Já em 1892, chegou a exercer o cargo de superintendente da clínica psiquiátrica da Universidade de Moscou, então recentemente criada. Nesta instituição, estabeleceu a direção de pesquisas no estudo das psicoses: a abordagem nosológica.[3] Durante este período, também viajou a trabalho por vários países da Europa, inclusive Viena, onde foi aluno de Theodor Meynert.

Em 1900, na cidade de Moscou, Korsakov faleceu de insuficiência cardíaca aos 46 anos.[3]

Edição de "Paralisia alcoólica", de 1887, com dedicatória do autor

Referências

  1. «Vultos da neurociência». Consultado em 17 de outubro de 2010. Arquivado do original em 25 de julho de 2010 
  2. a b «Korsakov, Sergei Sergeevich». The Free Dictionary. Consultado em 24 de abril de 2018 
  3. a b c Vein, Alla (19 de agosto de 2009). «Sergey Sergeevich Korsakov (1854–1900)». Journal of Neurology. Consultado em 24 de abril de 2018 
  4. «Sergei Sergeivich Korsakov (1854-1900)». Historia de la Medicina. Consultado em 24 de abril de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.