Serguei Iessienin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Serguei Iessienin
Nascimento Sergei Alexandrovich Yesenin
3 de outubro de 1895
Oblast de Riazan, Império Russo
Morte 27 de dezembro de 1925 (30 anos)
Leningrado, União Soviética
Nacionalidade Rússia Russo

Serguei Iessienin (em russo: Сергей Есенин) (Konstaninovo, Riazán, 21 de setembro de 1895Leningrado, 28 de dezembro de 1925) foi um poeta e o maior expoente do chamado Imagismo russo, sendo da mesma geração de Vladimir Maiakóvski.[1][2]

Considerado um dos maiores poetas russos do início do século XX, foi casado com a bailarina Isadora Duncan. [3]

Suicidou-se num quarto do Hotel Inglaterra. Morreu enforcado e escreveu um poema de despedida com seu próprio sangue. Seu suicídio causou grande impacto na opinião pública, e Maiakovski escreveu um poema crítico em resposta ao suicídio e ao poema suicida de Iessenin, de cuja poesia era grande admirador.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Recanto das Letras (29 de junho de 2012). «Serguei Iessienin» (em inglês). Consultado em 4 de janeiro de 2013 
  2. a b Do próprio bolso (11 de novembro de 1996). «Poema de Maiakovski faz 70 anos». O Globo. Consultado em 4 de janeiro de 2013 
  3. PCO (28 de setembro de 2007). «O balé revolucionário de Isadora Duncan» (em inglês). Consultado em 4 de janeiro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.