Serra da Araruna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde agosto de 2014). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Serra da Araruna
serra
Vista da pedra da Boca, serra de Araruna
País  Brasil
Região  Paraíba
Serra da Araruna está localizado em: Brasil
Serra da Araruna
Localização da serra no Brasil
Coordenadas 6° 27' 24" S 35° 40' 32" O

A serra da Araruna é um contraforte do planalto da Borborema que se localizada no município de Araruna, microrregião do Curimataú Oriental, no estado brasileiro da Paraíba.

História[editar | editar código-fonte]

Etimologicamente, Araruna, cuja variante é araraúna, vem da língua tupi e significa «arara negro-azulada», termo que advém da possível existência de bandos de araras-azuis-de-lear na região no século XIX. No livro Araruna – anotações para sua história (1985), o historiador Humberto Fonseca de Lucena corrobora essa hipótese:

O nome Araruna vem do tupi a'rara una e significa arara preta. Essa denominação dada à serra decorre do fato de existirem à época do povoamento muitas dessas araras [azuis-de-lear], que apesar do significado do nome ('arara preta') distinguem-se pela plumagem azul-escura que, vistas à distância, aparecem negras.[1]


As terras da serra da Araruna já pertenceram ao senhor Estevão José da Rocha, o célebre «Barão de Araruna».[2]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Ilustração da arara-azul-de-lear por Edward Lear, 1832

Características[editar | editar código-fonte]

A serra da Araruna se posiciona na encosta oriental da Borborema e apresenta altitudes em torno de 500 metros, contrapondo-se aos baixos níveis da depressão sublitorânea, cuja atitude gira em torno de 200 metros.

O capeamento sedimentar que recobre todo o território da serra Araruna está associado ao da serra dos Martins, com relevo ondulado onde predomina a presença de numerosas saliências com grandes elevações cobertas por solos rasos e pedregosos com frequência de seixos, calhaus, matacões ou blocos. O clima quente e seco causa oscilações térmicas constantes durante o ano e favorece o desenvolvimento de uma vegetação de caatinga hipoxerófila.

A sede da cidade de Araruna situa-se no topo da serra, que tem a serra da Confusão no mesmo município como contraforte vizinho. Entre ambas as serras encontra-se encrustado um conjunto rochoso de composição granítica porfirítica, com vestígios de gnaisses e quartzitos, que apresentam faces arredondadas e extensas caneluras que vão do cume ao chão.

Pedra da Boca[editar | editar código-fonte]

Nessa área é onde está implantado o Parque Estadual da Pedra da Boca, reserva ambiental que detém um dos mais importantes patrimônios geológicos da Paraíba.

Referências

  1. LUCENA, Humberto Fonsêca de (1985). Araruna: anotações para a sua história. [S.l.]: Governo do Estado da Paraíba (Comissão do IV Centenário da Paraíba). 36 páginas 
  2. Brazil. Ministério da Educação e Saúde Pública (1945). Anuário do Museu Imperial, Volume 6. [S.l.]: Museu Imperial 
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.