Serra do Mendanha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gericinó.jpg

A Serra do Mendanha é uma formação montanhosa localizada na Zona Oeste carioca no limite dos municípios do Rio de Janeiro e Nova Iguaçu, no estado do Rio de Janeiro, no Brasil.

Integrante do Maciço do Gericinó, a serra é de formação tectónica constituída principalmente por rochas alcalinas álcali sienito e nefelina sienito com ocorrências subordinadas de traquito e brecha subvulcânica, o que gerou uma série de poços no Rio Guandu do Sapê. Bons para nadar, eles têm cerca de 10 metros de profundidade e 50 metros de diâmetro. Assim, esta serra oferece também alguns dos melhores banhos em cachoeiras e piscinas naturais do município do Rio de Janeiro. A trilha também passa por duas cachoeiras antes de levar a uma pista de salto de asa-delta de onde se avista Nova Iguaçu. Lá estão localizadas as antenas das emissoras de televisão e rádio que geram sinal para a zona oeste do Rio de Janeiro.

Localização[editar | editar código-fonte]

Localizada na Serra do Mendanha (área de Campo Grande).

Vias de acesso: Estrada do Mendanha, Estrada Abílio Bastos e Caminho da Represa do Mendanha.

Atrativos naturais: trilhas, piscinas naturais, cachoeiras, rios e vestígios vulcânicos.

Travessia Serra do Mendanha[editar | editar código-fonte]

Características: uma caminhada leve em um particular setor da Serra do Mendanha, onde podemos observar a pujança da Mata Atlântica em seu melhor grau de preservação.

Altura máxima: 974m, no Pico do Guandu, com uma área de 4398,10 hectares e extensão aproximada: 3 km. Área de Floresta Urbana compartilhada com os muncípios do Rio de Janeiro, Mesquita e Nova Iguaçu.

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.