Sessão de wrestling

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Sessão de wrestling, session wrestling ou BDSM wrestling[1] é o nome dado para práticas onde uma pessoa oferece o serviço profissional de pro wrestling num ambiente privado. As pessoas que oferecem esse tipo de serviço são na maioria mulheres e a maior parte da clientela é masculina. Normalmente, o serviço é oferecido por uma lutadora de pro wrestling, fisiculturista ou dominatrix.[2][3]

Alguns clientes entram numa sessão de wrestling com o objetivo de ter uma luta competitiva, mas para a maioria dos clientes a sessão de wrestling é uma forma de fantasia sexual, humilhação erótica e interesse por dominação e submissão, portanto quem contrata esse tipo de serviço geralmente tem interesse em perder e ser dominado durante a luta.[1]

Competitive wrestling é o nome dado para as práticas onde as pessoas estão interessadas em ter uma luta mais real e competitiva. Semi-competitive wrestling é o nome dado para sessões onde uma das pessoas perde e é dominada durante a luta de forma proposital. Fantasy wrestling é uma categoria de sessão de wrestling que envolve dramatizações nas quais as histórias e/ou os personagens são criados. Há também sessões de luta focadas em artes marciais ou outro esporte de combate que não seja o pro wrestling.[4][5]

Apesar desse tipo de prática ser na maioria das vezes considerado erótico ou sensual, a presença de nudez ou atos sexuais são bastante raras em sessões de wrestling, mas é algo que pode ocorrer durante a luta se for de interesse das pessoas envolvidas. Em alguns casos, uma sessão de wrestling também pode ser conciliada com outros fetiches, como o facesitting, onde a lutadora foca em sentar no rosto do adversário durante a luta, ou o ballbusting, onde a lutadora foca golpes baixos nos testículos do oponente durante o wrestling.[2][5]

Referências

  1. a b May, Gareth (18 de março de 2019). «The Women Who Get Paid to Beat Up Men and Choke Them Senseless». Vice (em inglês) 
  2. a b McCarthy, Dan (19 de janeiro de 2017). «How an '80s Female Wrestling Star Makes Thousands in Underground Hotel Fights». Thrillist (em inglês) 
  3. Rea, Samantha (20 de janeiro de 2017). «'Wrestling brought out a new side of me': how one London student became fetish wrestler Pippa the Ripper». Time Out (em inglês) 
  4. «Advice for Guys on Mixed Wrestling». WB270 (em inglês). 23 de setembro de 2002 
  5. a b Lips, Sara. «Your First Mixed Wrestling Session». Sara Lips Wrestling (em inglês) 
Ícone de esboço Este artigo sobre luta livre profissional é um esboço relacionado ao Projeto wrestling. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.