Setor Noroeste (Brasília)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Setor Noroeste é um setor habitacional da região administrativa de Brasília, no Distrito Federal. É o último setor habitacional a ser construído na área tombada como patrimônio histórico e cultural da humanidade.[1]

Nela localiza-se o Santuário dos Pajés, uma terra indígena em disputa.

História[editar | editar código-fonte]

Idealização e Construção[editar | editar código-fonte]

Foi idealizado pelo arquiteto e urbanista Lúcio Costa em seu projeto intitulado Brasília Revisitada 1985/1987.[1] Ligeiramente modificado em relação às propostas de Costa, o bairro começou a ser comercializado em 2009 e construído em 2011, com previsão para ser ocupado por 40 mil pessoas. Localizado entre a Asa Norte e o Setor Noroeste, o Parque Ecológico Burle Marx ainda não foi concluído.

Altos preços dos apartamentos[editar | editar código-fonte]

Quando a comercialização do Setor Noroeste começou, houve um boom imobiliário na região. O preço do metro quadrado na área se manteve constantemente em alta, sendo , tornando-se um dos mais caros do país. Atualmente o bairro apresenta o nono mais caro metro quadrado do país [2].

Referências

  1. a b Lugar Certo. «Criação do Setor Noroeste faz parte de contexto das discussões imobiliárias brasilienses e levanta controvérsias». Consultado em 01 de agosto de 2014  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. R7. «Sudoeste e Noroeste estão entre os bairros mais caros do Brasil». Consultado em 01 agosto 2014  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
Ícone de esboço Este artigo sobre bairros é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.