Sexo pré-marital

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O sexo pré-marital é a prática do sexo antes do casamento. Historicamente, o sexo antes do casamento era considerado uma questão moral que era tabu em muitas culturas e considerado um pecado pelo Judaísmo, Cristianismo e Islão; mas desde os anos 1960, tornou-se mais amplamente aceito, especialmente em países ocidentais. Um estudo de 2014 da Pew sobre moralidade global descobriu que o sexo antes do casamento era considerado particularmente inaceitável em "nações predominantemente muçulmanas", como a Malásia, Indonésia, Jordânia, Paquistão e Egito, cada um com mais de 90% de desaprovação, enquanto as pessoas dos países da Europa Ocidental eram as mais aceitas, com Espanha, Alemanha e França expressando menos de 10% de desaprovação.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Global Views on Morality - Premarital Sex». PewResearch Global Attitudes Project. 15 de abril de 2014 
Ícone de esboço Este artigo sobre sexo ou sexualidade é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.