Sexto Júlio César (cônsul em 157 a.C.)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Sexto Júlio César.
Sexto Júlio César
Cônsul da República Romana
Consulado 157 a.C.

Sexto Júlio César (em latim: Sextus Iulius Caesar) foi um político da família César da gente Júlia da República Romana eleito cônsul em 157 a.C. com Lúcio Aurélio Orestes. Era filho de Sexto Júlio César, que foi embaixador em Abdera, na Trácia, em 170 a.C., e pai de Lúcio Júlio César que, por sua vez, era bisavô materno de Marco Antônio.

Carreira[editar | editar código-fonte]

César foi edil curul em 165 a.C. com Cneu Cornélio Dolabela, ano no qual foi apresentada pela primeira vez a peça Hecyra, de Terêncio, por ocasião dos Jogos Megalenses.[1] Foi eleito cônsul em 157 a.C. com Lúcio Aurélio Orestes, mas não há registros dos feitos deste ano.[2][3][4]

Em 147 a.C., mediou um conflito entre a Liga Acaia e Esparta.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Cônsul da República Romana
SPQR.svg
Precedido por:
'Caio Popílio Lenas II

com Marco Emílio Lépido

Sexto Júlio César
157 a.C.

com Lúcio Aurélio Orestes

Sucedido por:
'Lúcio Cornélio Lêntulo Lupo

com Caio Márcio Fígulo II


Referências

  1. «Hecyra» (em latim). Latin.it 
  2. Fastos Capitolinos [on line]
  3. Plínio, História Natural XXXIII 3. S. 17.
  4. Políbio, Histórias XXXII 20.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Fontes primárias[editar | editar código-fonte]

Fontes secundárias[editar | editar código-fonte]