Shōjo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Shōjo, shojo, ou shoujo manga (少女漫画, shōjo manga?) é um tipo de mangá comercializado para um público feminino, normalmente entre as idades de 12 e 18 anos. O nome latinizado de 少女 (shōjo), literalmente significa "pequena garota". O mangá shojo abrange muitos assuntos em uma variedade de estilos narrativos e gráficos, desde dramas históricos a ficção científica — muitas vezes com um forte foco em relacionamentos românticos e emoções humanas.[1] Estritamente falando, shojo mangá não compreende um estilo ou um gênero em si, mas sim indica um público-alvo. O Shoujo compreende algumas características típicas, como garotos sempre muito gentis e adoráveis, além de personagens femininas dóceis e recatadas, a maioria das vezes. Existem exemplos contrários, porém com elementos semelhantes, como o popular mangá e anime shoujo Kaichō wa Maid-sama! onde a protagonista feminina se apresenta como independente, forte e um tanto arisca a princípio.[2] [3] Outros exemplos incluem Boys Over Flowers, Candy Candy, Cardcaptor Sakura, Fruits Basket, Ouran High School Host Club, Pretty Cure, Princess Ai, Princess Tutu, Revolutionary Girl Utena, Sailor Moon, Shugo Chara!, Tokyo Mew Mew, Rose of Versailles, Vampire Knight, Special A, Nana, Itazura na Kiss, etc.


Referências

  1. Toku, Masami, editor. 2005. "Shojo Manga: Girl Power!" Chico, CA: Flume Press/California State University Press. ISBN 1-886226-10-5.
  2. Thorn, Matt (2001) "Shôjo Manga—Something for the Girls", The Japan Quarterly, Vol. 48, No. 3
  3. Thorn, Matt (2004) What Shôjo Manga Are and Are Not: A Quick Guide for the Confused
Ícone de esboço Este artigo sobre mangá e anime é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.