Shades of Deep Purple

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Shades of Deep Purple
Álbum de estúdio de Deep Purple
Lançamento Estados Unidos Julho de 1968
Reino Unido Setembro de 1968
Gravação 11 de Maio - 13 de Maio de 1968
Pye Studios, Londres
Gênero(s) Hard rock
Rock psicodélico
Duração 43:27 (LP original)
64:01 (Edição em CD de 2000)
Gravadora(s) Reino Unido Parlophone
Estados Unidos Tetragrammaton
Canadá Polydor
Produção Derek Lawrence
Cronologia de Deep Purple
The Book of Taliesyn
(1968)

Shades of Deep Purple é o álbum de estreia da banda de hard rock inglesa Deep Purple, lançado em Julho de 1968 pela Tetragrammaton Records, nos Estados Unidos, e em Setembro de 1968 pela Parlophone no Reino Unido. O grupo, originalmente designado por Roundabout, foi uma ideia do ex-baterista dos Searchers, Chris Curtis, que recrutou Jon Lord e Ritchie Blackmore antes de deixar o projecto. A formação final da banda ficou completa com o vocalista Rod Evans, o baixista Nick Simper e o baterista Ian Paice, em Março de 1968.

Após dois meses de ensaios, Shades of Deep Purple foi gravado em apenas três dias em Maio de 1968, contendo quatro músicas originais e quatro covers, cuidadosamente trabalhados para incluir interlúdios clássicos e parecer mais psicadélico. Em termos de estilo, o álbum está próximo do rock psicadélico e do rock progressivo, dois géneros em crescimento na década de 1960.

O álbum não foi bem recebido no Reino Unido, onde pouco vendeu, e nem entrou para as tabelas de vendas. Pelo contrário, nos Estados Unidos foi um sucesso, e o single Hush, uma música de rock muito ritmada escrita por Joe South, tornou-se popular na época, chegando ao 4.º lugar na tabela Billboard Hot 100.[1] As boas vendas do álbum e a intensa passagem do single na rádio, contribuíram para a atenção que os Deep Purple iriam ter nas suas primeiras digressões pelos Estados Unidos e durante os anos 1970. As análises recentes ao álbum são positivas e consideram Shades of Deep Purple uma peça importante na história dos Deep Purple.

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 4 de 5 estrelas. [2]
Symbol unlikely.svg Esta tabela precisa de ser acompanhada por texto em prosa. Consulte o guia.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Lado um
N.º Título Compositor(es) Duração
1. "And the Address"   Ritchie Blackmore, Jon Lord 4:38
2. "Hush" (cover de Billy Joe Royal) Joe South 4:24
3. "One More Rainy Day"   Lord, Rod Evans 3:40
4. "Prelude: Happiness / I'm So Glad" (cover de Skip James) Blackmore, Evans, Lord, Ian Paice, Nick Simper / Skip James 7:19
Lado dois
N.º Título Compositor(es) Duração
1. "Mandrake Root"   Blackmore, Lord, Evans 6:09
2. "Help!" (cover de The Beatles) John Lennon, Paul McCartney 6:01
3. "Love Help Me"   Blackmore, Evans 3:49
4. "Hey Joe"   Billy Roberts 7:33

Créditos[editar | editar código-fonte]

Informações técnicas[editar | editar código-fonte]

  • Produzido por Derek Lawrence
  • Engendrado por Barry Ainsworth
  • Faixas bônus gravadas em 1968 e 1969
  • Dedicado a Bobby, Chris, Dave e Ravel
  • Digitalmente remasterizado e restaurado por Peter Mew em Abbey Road Studios, Londres

Paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Shades of Deep Purple Billboard Singles». Allmusic. Rovi Corporation. Consultado em 25 de Maio de 2016 
  2. Avaliação no allmusic
  3. «Top Albums/CDs – Volume 10, No. 12, 18 November 1968». Library and Archives Canada. 18 November 1968. Consultado em 26 December 2013 
  4. «Top Singles – Volume 10, No. 5, 30 September 1968». Library and Archives Canada. 30 September 1968. Consultado em 25 December 2013 
  5. «Deep Purple – Hush». Hitparade.ch (em German). Media Control Charts. Consultado em 26 December 2013