Sheldon Lee Glashow

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sheldon Lee Glashow
Nascimento 5 de dezembro de 1932 (84 anos)
Nova Iorque
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Alma mater Universidade Cornell, Universidade Harvard
Prêmios Nobel prize medal.svg Nobel de Física (1979), Prêmio Física de Alta Energia e Partículas (2011)
Instituições Universidade de Boston, Universidade Harvard, Universidade da Califórnia em Berkeley
Campo(s) Física

Sheldon Lee Glashow (Nova Iorque, 5 de dezembro de 1932) é um físico estadunidense.

Ex-professor da Universidade de Harvard e actualmente na Universidade de Boston. Recebeu o Nobel de Física de 1979, juntamente com Steven Weinberg e Abdus Salam, pelas contribuições à teoria unificada das interações fracas e eletromagnéticas entre partículas elementares, inclusive, a predição das correntes neutras fracas. Ele também foi um dos que assinaram uma petição para o presidente Barack Obama em 2015 para que o Governo Federal dos Estados Unidos fizesse um pacto de desarmamento nuclear e de não-agressão.[1][2]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Pyotr Leonidovich Kapitsa, Arno Allan Penzias e Robert Woodrow Wilson
Nobel de Física
1979
com Abdus Salam e Steven Weinberg
Sucedido por
James Watson Cronin e Val Logsdon Fitch


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.