Shintai

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Shintai do Santuário de Tôshôgû sai em procissão durante o festival de outono (matsuri)

Na religião Xinto o Shintai (ou Goshintai) é um objecto em que se considera que o kami reside fisicamente e é o ponto central de adoração pelos fiéis.

O Shintai é considerado um tesouro e é religiosamente guardado no altar (shinza) localizado no honden, nos santuários xintoístas, de onde só é deslocado para festivais e procissões especiais, dentro de um santuário portátil (mikoshi).

Habitualmente o Shintai pode ser uma espada, ou uma jóia ou um espelho (kagami[1]), embora também se encontrem varas rituais e, por influência budista, esculturas (shinzô) do próprio kami.

Por vezes, também objectos naturais podem servir como shintai. Pedras, montanhas, quedas de água, e árvores (shinju)[2].


Referências[editar | editar código-fonte]

  1. O espelho é um objecto que tem na cultura japonesa um profundo significado religioso, pela sua capacidade reflectir todas as coisas. Ver: Encyclopedia of Shinto
  2. ou Shinboku. Literalmente: "árvore divina"


Ligações externas[editar | editar código-fonte]