Shoot to Kill (1988)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Shoot to Kill
Deadly Pursuit
Atirar a Matar (PT)
Atirando Para Matar (BR)
 Estados Unidos
1988 •  cor •  109 min 
Direção Roger Spottiswoode
Produção Daniel Petrie, Jr.
Ron Silverman
Roteiro Harv Zimmel
Michael Burton
Daniel Petrie, Jr. (roteiro)
Harv Zimmel (história)
Elenco Sidney Poitier
Tom Berenger
Andrew Robinson
Kirstie Alley
Gênero ação
aventura
suspense
Música John Scott
Cinematografia Michael Chapman
Edição George Bowers
Garth Craven
Companhia(s) produtora(s) Touchstone Pictures
Silver Screen Partners III
Century Park Pictures
Distribuição Buena Vista Pictures
Lançamento Estados Unidos 12 de fevereiro de 1988
Portugal 29 de julho de 1988
Idioma inglês
Receita US$29,300,090 (EUA)
Página no IMDb (em inglês)

Shoot to Kill (também conhecido internacionalmente como Deadly Pursuit, Atirando Para Matar BRA ou Atirar a Matar POR) é um filme de ação, aventura e suspense lançado em 1988, estrelado por Sidney Poitier, Tom Berenger, Clancy Brown, Andrew Robinson e Kirstie Alley. O filme foi dirigido por Roger Spottiswoode.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Um homem é descoberto invadindo sua própria loja de joias, na calada da noite. Questionado de perto, descobre-se que sua esposa está sendo mantida como refém em sua casa por Steve (Clancy Brown), um chantagista brutal que exige os diamantes na loja do seguro em troca da vida da mulher. Depois de Steve matar a empregada da família, agente do FBI Warren Stantin (Sidney Poitier) põe as mãos sobre os diamantes, mas Steve mata a esposa do joalheiro de qualquer maneira, e foge. Sentindo que ele falhou, Stantin torna-se obcecado em encontrar Steve, e ele persegue Steve para as florestas ásperas do estado de Washington, onde Steve se junta com um grupo de desportistas que planejam caminhar para o deserto em uma viagem de pesca. O plano de Steve é matá-los e forçar sua guia, Sarah (Kirstie Alley), para levá-lo através do deserto até a fronteira canadense.

Stantin deve juntar-se com o homem da montanha e namorado de Sarah, Jonathan Knox (Tom Berenger) para perseguir Steve. Jonathan Knox não acredita que um homem da cidade como Stantin possa manter-se em uma caminhada resistente entre países que inclui algumas escaladas em rocha, e Stantin está determinado a provar a si mesmo. Eles perseguem Steve e Sarah para o deserto e, eventualmente, para as ruas de Vancouver. O filme também contou com uma cena de perseguição a bordo do BC Ferries Queen of Vancouver. Depois de uma longa perseguição, Stantin consegue atirar em Steve em uma luta subaquática.

A identidade do assassino não é revelado até o meio do filme. Ele tenta evitar a detecção por matar um membro de uma expedição de caminhada e tomar o seu lugar. Para manter o público tentando adivinhar quanto à verdadeira identidade do vilão, alguns dos caminhantes foram interpretados por atores conhecidos para interpretar bandidos: nomeadamente Clancy Brown (The Shawshank Redemption), Frederick Coffin (Mother's Day), Andrew Robinson (Dirty Harry) e Richard Masur (o traficante de drogas viciado em Who'll Stop the Rain).

Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Criticamente bem recebido, o filme detém actualmente uma classificação rara de 100% em Rotten Tomatoes.[1][2][3][4]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

O filme foi um sucesso de bilheteria.[5][6]

Referências

  1. Maslin, Janet (12 de fevereiro de 1988). «Movie Review - Shoot to Kill - Film: 'Shoot to Kill'». NYTimes.com. Consultado em 4 de dezembro de 2013. 
  2. «Shoot to Kill (Deadly Pursuit)». Rotten Tomatoes. Consultado em 4 de dezembro de 2013. 
  3. Ebert, Roger (12 de fevereiro de 1988). «Shoot to Kill Movie Review & Film Summary (1988)». Roger Ebert. Consultado em 4 de dezembro de 2013. 
  4. «MOVIE REVIEW : Aim Is Off on 'Shoot to Kill' - Los Angeles Times». Articles.latimes.com. 12 de fevereiro de 1988. Consultado em 4 de dezembro de 2013. 
  5. «WEEKEND BOX OFFICE : 'Shoot' Leads Black Film Group - Los Angeles Times». Articles.latimes.com. 30 de novembro de 2006. Consultado em 4 de dezembro de 2013. 
  6. «3 Black-Keyed Films a Hit and a First at Theater - Los Angeles Times». Articles.latimes.com. 19 de fevereiro de 1988. Consultado em 4 de dezembro de 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]