Show do Esporte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Show do Esporte
Informação geral
Formato Programa jornalístico
Gênero esportivo
Duração 2 horas
Criador(es) Luciano do Valle
José Francisco Leal
País de origem Brasil
Idioma original português
Produção
Diretor(es) Fernando Mitre
José Emílio Ambrósio
Produtor(es) André Luiz Costa
Apresentador(es) Milton Neves
Larissa Erthal
Elenco equipe de esportes da emissora
Tema de abertura instrumental
Tema de encerramento instrumental
Exibição
Emissora de televisão original Rede Bandeirantes
BandSports
Formato de exibição 480i (SDTV)
Formato de áudio estereo
Transmissão original 4 de dezembro de 1983 – 11 de abril de 2004
7 de fevereiro de 2010 – 19 de novembro de 2010
22 de abril de 2018 – 9 de dezembro de 2018
N.º de temporadas 21
Cronologia
Programas relacionados Faixa Nobre do Esporte
Esporte Total

O Show do Esporte foi um programa de esportes da televisão brasileira que, no auge de sua exibição, mantinha dez horas de programação esportiva ao vivo e ajudou transformar a Rede Bandeirantes no canal do esporte. Em sua primeira fase, o esportivo ia ao ar todos os domingos das 10h da manhã até às 8h da noite.

História[editar | editar código-fonte]

A parceria Luqui-Bandeirantes trouxe o esporte para a emissora, como principal atração no início dos anos 80. Luciano do Valle e Francisco Leal (Quico) promoveram o esporte como um todo, inicialmente com o vôlei e depois estendendo-se a todas as modalidades esportivas. Dois apresentadores chamavam as atrações esportivas, entremeadas a breaks e merchandising, que depois passaram a fazer parte de vários programas esportivos na TV. Uma atração à parte eram as telefonistas, que anotavam os resultados dos jogos transmitidos pela TV, dados pelos telespectadores, que ainda concorriam a prêmios. O programa alcançou bons resultados e marcou uma época na Bandeirantes, enquanto o esporte foi uma das atrações na grade da emissora, o Show do Esporte era sua principal atração.

Primeira fase (1983-2004)[editar | editar código-fonte]

O programa tinha início às 10h da manhã e terminava às 20h; ao longo de sua exibição, os eventos eram exibidos lincados uns aos outros por uma participação ativa de seus apresentadores, Elia Júnior, Elys Marina, Simone Melo, Cléo Brandão, Álvaro José, Dedé Gomes, Eduardo Vaz, Sílvio Luiz e José Luiz Datena. Em sua bancada ainda participaram comentaristas como Roberto Rivelino e convidados especiais, Luiz Andreoli e Silvia Vinhas.

Os diretores do programa foram Paulo Matiussi, Paulo Roberto, Maraco e BTO Lima. Seus principais editores-chefes foram Mauricio Pollari e Ricardo Fontenelle.

Em 2 de maio de 1999, o programa foi reformulado pela Traffic, que na época era responsável por cuidar do esporte na Band, ganhando novos quadros e até um auditório. Em 2002, o programa passou a ser comandado por Ana Luiza Castro e Letícia Levy, na nova redação de jornalismo da emissora. Em 2003, o programa é reduzido drasticamente por conta das mudanças na programação dominical da emissora.

O último programa foi ao ar no dia 11 de abril de 2004.

Segunda fase (2010)[editar | editar código-fonte]

Em 7 de fevereiro de 2010, o programa voltou ao ar no canal por assinatura BandSports, permanecendo até novembro do mesmo ano, ainda que o canal tenha continuado com a transmissão dos eventos.

Terceira fase (2018)[editar | editar código-fonte]

Em 22 de abril de 2018, o programa voltou ao ar sob o comando do apresentador Milton Neves, ocupando o horário noturno que pertencia ao humorístico Pânico na Band, extinto em dezembro de 2017, devido ao fracasso na audiência e faturamento. A nova atração jornalística-esportiva sucedeu ao Agora É com Datena, programa de auditório comandado por José Luiz Datena, que deixou a apresentação titular do Brasil Urgente para se tornar apresentador eventual.[1][2][3] O programa teve plateia no estúdio, e as presenças de Juju Salimeni, Rogério Morgado, Fernanda Colombo[4] e Marília Ruiz. O formato, de início era uma mistura de esporte e variedades, pois além de debates e destaques esportivos, também eram apresentados atrações musicais, esquetes de humor e games. Em 4 de junho de 2018, foi anunciada a saída de Juju Salimeni.[5] Em 17 de junho, por causa da baixa audiência, o programa mudou de horário, iniciando às 20h e não mais às 21h. Além disso, teve a duração reduzida para duas horas (com o restante do horário ocupado pelo Domingo no Cinema), passando a ser exclusivamente focado na cobertura esportiva do final de semana e não tendo mais atrações de entretenimento.[6] Também houve a retirada da plateia do estúdio e a saída de Rogério Morgado. Em 24 de junho estreia novo cenário, idêntico ao do Terceiro Tempo, e em 15 de julho, Larissa Erthal passa a ser co-apresentadora da atração, como já fazia no Terceiro Tempo. Em 9 de dezembro foi exibida a última edição do programa, já que a Band anunciou o retorno do Terceiro Tempo para 20 de janeiro de 2019.[7]

Quadros e eventos[editar | editar código-fonte]

Versão debate[editar | editar código-fonte]

  • De 18 de abril de 2004, até 28 de janeiro de 2007, foi produzido o Show do Esporte Interativo, que mais tarde tornou-se Show do Esporte, com Roberto Avallone e convidados, analisando os jogos do fim de semana. Era exibido das 20h até às 22h.

Referências

  1. «Milton Neves fala de novo "Terceiro Tempo" e diz que Band não perdeu "DNA"». Uol esporte ve tv. Consultado em 27 de maio de 2018 
  2. «Milton Neves estreia novo Show do Esporte no mesmo domingo de Datena». Terceiro Tempo. Consultado em 24 de março de 2018 
  3. «Band troca 'Pânico' por 'humor esportivo' de Milton Neves». VEJA.com 
  4. Flávio Ricco (3 de abril de 2018). «Band contrata ex-musa da arbitragem para novo programa de Milton Neves». Consultado em 1 de maio de 2018 
  5. Ricco, Flávio (4 de junho de 2018). «Juju Salimeni deixa o programa de Milton Neves na Band». UOL. Consultado em 4 de junho de 2018 
  6. «Band tira tempo e inicia Show do Esporte mais cedo a partir de domingo». UOL Esporte. Consultado em 15 de janeiro de 2019 
  7. «Band confirma volta do Terceiro Tempo com Milton Neves no horário tradicional». Esporte e Midia. Consultado em 4 de janeiro de 2019 
Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.