Siamo uomini o caporali?

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Siamo uomini o caporali?
 Itália
1955 •  pb •  94 min 
Realização Camillo Mastrocinque
Argumento Antonio de Curtis
Elenco Totò, Paolo Stoppa
Género comédia
Idioma italiano
Página no IMDb (em inglês)

Siamo uomini o caporali? é um filme italiano de 1955[1], dirigido por Camillo Mastrocinque.

Estreou em Portugal a 8 de Junho de 1956.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Totò Esposito é um ator de teatro que, farto de aturar o administrador, ameaça matá-lo e acaba considerado louco e internado num hospital psiquiátrico. Aqui explica ao médico a sua teoria de que existem duas categorias de homens: os explorados e os exploradores (os que transpiram e os que fazem transpirar). De caminho relata episódios da sua assombrosa vida e o médico liberta-o, porque não o considera louco. À saida do hospital é atropelado pelo carro de um «explorador», de onde sai uma mulher que ele amou em tempos.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme do cinema italiano é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.