Sidiclei de Souza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sidiclei
Sidiclei.png
Informações pessoais
Nome completo Sidiclei de Souza
Data de nasc. 13 de maio de 1972 (46 anos)
Local de nasc. Cascavel (PR),  Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,87 m
Destro
Informações profissionais
Posição Volante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
19921995
1996
19971998
1999
2000
20012003
20042007
20082009
2010
2010
2011
20112012
2012
Brasil Matsubara
Brasil Atlético Paranaense
Japão Montedio Yamagata
Japão Kyoto Purple Sanga
Japão Oita Trinita
Japão Vissel Kobe
Japão Gamba Osaka
Japão Kyoto Purple Sanga
Brasil Cascavel CR
Brasil Marcílio Dias
Brasil Cascavel CR
Brasil Águia Negra
Brasil Cascavel CR


00049 000(9)
00029 000(4)
00035 000(5)
00085 00(12)
00122 000(9)
00053 000(1)

Sidiclei de Souza, mais conhecido como Sidiclei (Cascavel, 13 de maio de 1972), é um ex-futebolista brasileiro que atuava como volante.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Sidiclei começou a carreira em 1992, no Matsubara, então uma força mediana do futebol paranaense. Ficou no clube da cidade de Cambará até 1996, quando assinou com o Atlético Paranaense, recém-promovido à elite do Brasileirão em 1996.

Desempenho no Furacão[editar | editar código-fonte]

Atuando em uma equipe recém-promovida à Primeira Divisão do Brasileiro, onde atuava junto de alguns novatos, como o goleiro Flávio Emídio, o zagueiro Andrei, os meias Alberto, Jean Carlo, Jorginho e Leomar, e os atacantes Oséas e Clóvis, e também de atletas mais calejados, como o goleiro Ricardo Pinto e os zagueiros Paulão, Lira e Jorge Luiz, e até de estrangeiros, como o uruguaio Gustavo Matosas, o polonês Mariusz Piekarski e o teuto-brasileiro Paulo Rink, Sidiclei pouco fez para liderar o Atlético Paranaense durante a campanha do Furacão no Brasileirão de 1996, no qual ficou em um honroso quarto lugar. Em seguida, tomou uma decisão que mudou sua carreira: assinou contrato com o Montedio Yamagata, iniciando assim o primeiro de treze anos atuando no futebol japonês.

Sucesso em terras nipônicas[editar | editar código-fonte]

Assinando contrato com o Montedio, que estava ainda em "embrião", Sidiclei foi o único destaque em uma equipe praticamente amadora. Seu desempenho chamou a atenção do Kyoto Purple Sanga, que o contratou em 1999. Depois de sair desta agremiação, ele passou também por Oita Trinita, Vissel Kobe e Gamba Osaka, com relativo sucesso. Regressou ao Purple Sanga em 2008, quando seu contrato com o Gamba se encerrou. Mas a saudade de voltar a atuar em um time brasileiro era grande, e Sidiclei deixou o Purple no fim do contrato.

Regresso[editar | editar código-fonte]

Após treze anos, Sidiclei voltou ao futebol brasileiro - e paranaense - no início de 2010, assinando um contrato com o modesto Cascavel CR, mas pouco fez para levar a Cobra a uma posição acima da última posição no octogonal final do Campeonato Paranaense.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Marcílio Dias
Aguia Negra

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.