Silent Hill: Shattered Memories

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Silent Hill: Shattered Memories
Capa da versão norte-americana.
Desenvolvedora(s) Climax Studios
Publicadora(s) Konami
Diretor(es) Mark Simmons
Produtor(es) Tomm Hulett
Designer(s) Sam Barlow, Robert McLachlan, Mark Diggles, Sam Gage
Escritor(es) Sam Barlow
Compositor(es) Akira Yamaoka
Plataforma(s) Wii, PlayStation 2, PSP[1]
Série Silent Hill
Data(s) de lançamento Wii
    PlayStation 2
      PlayStation Portable (PSP)
        Gênero(s) Survival Horror e
        Terror Psicológico
        Modos de jogo Single Player
        Número de jogadores 1
        Classificação Permitido para maiores de 15 anos BBFC (Reino Unido)
        Inadequado para menores de 16 anos i DEJUS (Brasil)
        Inadequado para menores de 17 anos i ESRB (América do Norte)
        Recomendado para públicos maduros i OFLCA (Austrália)
        Inadequado para menores de 16 anos i PEGI (Europa)
        Média DVD, Wii Optical Disc, UMD

        Silent Hill: Shattered Memories é um projeto de jogo eletrônico da série Silent Hill. O jogo é uma reimaginação do jogo original Silent Hill de 1999.[2]

        Sinopse[editar | editar código-fonte]

        O jogo tem seu inicio com o protagonista Harry Mason procurando por sua filha, Cheryl, na misteriosa cidade de Silent Hill. Após um acidente de carro Harry acorda e percebe que sua filha desapareceu, a partir deste ponto se inicia uma busca incessante por sua filha. Essa história alterna entre as partes em Silent Hill e pela clínica psiquiátrica chamada Lighthouse em que o jogador faz uma consulta com o Dr. K (Não aparentando ser o mesmo Michael Kaufmann de Silent Hill e Silent Hill Origins) onde conta sua história. Aparentemente houve uma ajuda dos fãs da série (nos créditos finais há agradecimento especial para os fãs de Silent Hill e tem algumas citações dos outros jogos como por exemplo pelo telefone dá para ligar para o hospital Brookhaven (Silent Hill 2 e Silent Hill 3).

        Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

        Durante todo o jogo, o jogador será observado e avaliado, e suas ações terão um efeito sobre vários aspectos, incluindo os personagens, atitudes e roupas. Em um vídeo de demonstração mostra que o jogador preencherá um formulário de avaliação psicológica bem no começo do jogo.

        Harry está equipado com um telefone celular, que pode verificar o mapa com uma interface GPS, receber mensagens de texto, áudio e fotos, podendo também tirar fotos e telefonar. Na versão de Wii, o Wii Remote será usado para resolver quebra-cabeças, interagir com objetos e controlar o celular e a lanterna do jogador.[1] Verificar páginas espalhadas de diários e documentos foram removidos do jogo: agora o jogador pode pesquisar o ambiente olhando em sua volta e usando o celular para aproximar de objetos e textos e tirar uma foto para revelar mensagens ocultas. O combate foi removido do jogo dando ênfase em fugir dos monstros evitando a luta.[3]

        Finais[editar | editar código-fonte]

        Existe 4 finais alternativos de acordo com o seu perfil psicológico ao longo do jogo. Um final UFO é liberado depois de completar pelo menos 1 vez o jogo.

        • Love Lost: Sendo uma pessoa boa, e focar em só procurar sua filha sem se distrair com cartazes, revistas,etc.
        • Sleaze e Sirens: Sendo uma pessoa voltada pelo lado do sexo, olhando cartazes e revistas de mulheres, olhar os seios de Cybil Bennet, Dahlia Mason e Michelle Valdez influencia esse final.
        • Wicked and Weak: Sendo uma pessoa rude e preguiçosa, se distrair com jogos e cartazes de filme vai influenciar esse final. Colocar "false" para "faço amigos com facilidade" e para "Eu sempre ouço os sentimentos das pessoas".
        • Drunk Dad: Seja uma pessoa voltada á bebidas, olhe sempre garrafas de álcool e cigarros, coloque "true" para "Bebidas me ajudam a relaxar".

        Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

        Planos para um remake de Silent Hill e rumores relacionados com o projeto estavam em circulação desde 2006, com a ideia de um remake baseado no filme Silent Hill.[4] A ideia de um remake também foi considerada no início do desenvolvimento do jogo Silent Hill: Origins, sob o título de Silent Hill: Original Sin.[5]

        Rumores de um remake persistiram até 2009[6] , e foram aparentemente confirmados no mês seguinte quando o British Board of Film Classification re-classificaram o jogo.[7] O jogo foi anunciado oficialmente na edição de maio de 2009 da revista Nintendo Power.[2] [8] e foi desenvolvido pela Climax Studios. O desenvolvimento do jogo foi composto por mais de 55 membros da equipe, com uma rede de apoio de mais de 90 artistas.[9]

        Referências

        1. a b Fahey, Mike (6 de abril de 2009). "Silent Hill: Shattered Memories Re-Does Wii, PS2, And PSP" (em inglês). Kotaku. Consult. 17 de outubro de 2010. 
        2. a b "Silent Hill Hits Wii" (em inglês). Nintendo Official Magazine [S.l.] 2 de abril de 2009. Consult. 7 de outubro de 2009. 
        3. Williams, Bryan (2 de abril de 2009). "Silent Hill Headed to Wii" (em inglês). GameSpy [S.l.] Consult. 7 de outubro de 2009. 
        4. Klepeck, Patrick (19 de março de 2006). "Silent Hill 1 Re-Release?" (em inglês). 1UP [S.l.] Consult. 7 de outubro de 2009. 
        5. Reed, Kristan (11 de maio de 2006). "Silent Hill Origins Preview" (em inglês). Eurogamer [S.l.] Consult. 7 de outubro de 2009. 
        6. McWhertor, Michael (26 de fevereiro de 2009). "Rumor: Silent Hill Wii-make Coming From Climax" (em inglês). Kotaku [S.l.] Consult. 7 de outubro de 2009. 
        7. McWhertor, Michael (9 de março de 2009). "Silent Hill Gets Re-Rated, Wii-make Announcement Coming Soon?" (em inglês). Kotaku [S.l.] Consult. 7 de outubro de 2009. 
        8. "Silent Hill: Shattered Memories announced for Wii (not a joke!)" (em inglês). GoNintendo [S.l.] 1 de abril de2009. Consult. 7 de outubro de 2009. 
        9. Casamassina, Matt (9 de abril de 2009). "Silent Hill: Shattered Memories Interview" (em inglês). IGN [S.l.] Consult. 7 de outubro de 2009.