Sils im Engadin/Segl

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Picto infobox map.png
Sils im Engadin/Segl
Comuna da Suíça
Sils i E Segl wappen.svg
Brasão de armas
Sils Maria.jpg
Sils Baselgia. Ao fundo, a igreja (baselgia em romanche) de San Lorenz.
Administração
Cantão Grisões
Distrito distrito de Maloja
Localização(ões) Fex-Curtins, Plaun da Lej, Sils/Segl Baselgia, Sils/Segl Maria
Comunas
limítrofes
Bivio, Chiesa in Valmalenco (IT-SO), Lanzada (IT-SO), Samedan, Silvaplana, Stampa
Código postal 7514
Prefixo telefónico 081
Língua oficial romanche e alemão
Demografia
População 752 hab.
Densidade 12 hab./km²
Geografia
Coordenadas 46° 26' N 9° 46' E
Altitude 1.802 m
Área 63,54 km²
Website oficial www.sils-segl.ch
Localização
Karte Gemeinde Sils im Engadin Segl.png

Sils im Engadin/Segl (em alemão: Sils im Engadin; em romanche, Loudspeaker.svg? Segl) é uma comuna da Suíça, situada no distrito de Maloja, Cantão dos Grisões.

Com cerca de 712 habitantes, a comuna estende-se por uma área de 63,54 km², de densidade populacional de 11 hab/km². Confina com as seguintes comunas: Bivio, Chiesa in Valmalenco (IT-SO), Lanzada (IT-SO), Samedan, Silvaplana, Stampa.

Línguas[editar | editar código-fonte]

As línguas oficiais nesta comuna são o alemão e o romanche. Em 2000, a primeira língua de 59,4% da população era o alemão, sendo o italiano a segunda língua mais frequente (15,4% dos habitantes) e o reto-romance (romanche) a terceira língua (12,0%).[1]

Durante o século XIX, toda a população falava o putèr, dialeto romanche da Alta Engadina. Em razão do crescente comércio com outras regiões, o uso romanche entrou em declínio. Em 1880, cerca de 68% dos habitantes tinham o romanche como primeira língua. Em 1910, esse percentual caiu para 56% e, em 1941, aumentou para 61,5%. Nos anos 1960, o alemão se tornou a língua majoritária. Apesar disso, em 2000, 33% dos habitantes entendiam, pelo menos, o romanche.


Línguas faladas em Sils im Engadin/Segl
Línguas Censo 1980 Censo 1990 Censo 2000
Número Percentual Número Percentual Número Percentual
Alemão 210 48.39 % 291 58.43 % 446 59.39 %
Romanche 137 31.57 % 122 24.50 % 90 11.98 %
Italiano 67 15.44 % 71 14.26 % 116 15.45 %
População 434 100 % 498 100 % 751 100 %

Geografia[editar | editar código-fonte]

Da área de 63,5 km², 27,8% são utilizados para fins agrícolas, enquanto 10,2% constituem área florestada. Do restante, 1,1% do território constitui a área edificada (prédios ou estradas) e 61% constituem áreas de rios, geleiras ou montanhas.[1]

A comuna é constituída pela aldeia de Sils im Engadin/Segl, que é composta das seções de Sils-Maria, Sils-Baselgia, Fex e Grevasalvas.

Até 1943, sua única denominação oficial era em língua alemã (Sils im Engadin). Naquele ano, o nome romanche, Segl, foi igualmente tornado oficial. [2]

Sils/Segl era originalmente dividida em duas aldeias - Sils/Segl-Baselgia e Sils/Segl-Maria - mas atualmente ambas formam praticamente um continuum.

Está a 1802 metros de altitude, numa planície no vale da Alta Engadina, entre dois lagos - o Sils e o Silvaplana - com declives acentuados de cada lado, ao pé do Piz Corvatsch e do Piz da la Margna, na Cordilheira Bernina, abaixo do Val Fex. A planície é ocupada por pastagens; as encostas íngremes são densamente florestadas.

O vilarejo de Platta no Val Fex, comuna de Segl.

A comuna de Sils compreende as seguintes frações:

  • Sils/Segl Baselgia, assim chamada por causa da antiga igreja (baselgia em romanche) de San Lorenz, circundada por um pequeno cemitério; nesse centro está a Biblioteca;
  • Sils/Segl Maria, sede comunal, onde se encontram a casa de Nietzsche e o Museu Robbi, dedicado a Andrea Robbi, pintor local morto em 1945);
  • Val Fex, vale que começa na cordilheira Bernina e vai até Sils Maria; esta é fechada ao tráfego de veículos e é rica de construções típicas da região;
  • Plaun da Lej, situada no meio do caminho entre Maloja e Sils Baselgia, na margem direita do lago de Sils.

O núcleo principal é composto de Sils Baselgia e Sils Maria, embora também existam os núcleos rurais de Grevasalvas, Blaunca e Buaira.

A casa de veraneio de Nietzsche, em Sils, atualmente um museu.

O filósofo Friedrich Nietzsche passou o verão em Sils, em 1881 e também no período de 1883 a 1888. A casa em que ele ficava tornou-se um pequeno museu (Nietzsche-Haus).

Referências

  1. a b Federal Statistical Office. http://www.bfs.admin.ch/bfs/portal/en/index/regionen/02/gemeindesuche.html Commune portraits Arquivado em 16 de novembro de 2011, no Wayback Machine. (em francês).
  2. Amtliches Gemeindeverzeichnis der Schweiz. Federal Statistical Office.


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Suíça é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.