Simão, o Fantasma Trapalhão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Maio de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Simão, o Fantasma Trapalhão
Simão, o Fantasma Trapalhão.jpg
 Brasil
1998 •  cor •  92 min 
Direção Paulo Aragão
Produção Renato Aragão Produções
Globo Filmes
Roteiro Renato Aragão
Elenco Renato Aragão
Dedé Santana
Luciano Szafir
Ivete Sangalo
Fernanda Rodrigues
Roberto Guilherme
Género Comédia
Música Caxa Aragão
Distribuição NEO Editora & Gravadora
Lançamento 01 de dezembro de 1998[1]
Idioma Português
Cronologia
O Noviço Rebelde (1997)
O Trapalhão e a Luz Azul (1999)
Página no IMDb (em inglês)

Simão, o Fantasma Trapalhão é um filme brasileiro de 1998, dirigido por Paulo Aragão, escrito e estrelado por Renato Aragão e seguindo o estilo de comédia.

O filme é baseado na obra de Oscar Wilde O Fantasma de Canterville.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O milionário Dr. Hiram (Oswaldo Loureiro) e sua mulher Lucélia (Eloísa Mafalda) compram um castelo assombrado, pois querem um fantasma só deles. Assim, nas férias vão com os netos conhecer a propriedade, mas Didi (Renato Aragão) e Dedé (Dedé Santana), os dois motoristas da família, não estão gostando nada da situação. Ao chegarem lá, os dois com muito medo, encontram a governanta Srª Dolsty (Dirce Migliaccio) e ambos pensam que ela é uma das assombrações do lugar. Na mesma noite, Didi monta guarda em frente ao quarto das crianças e estas resolvem provocar Simão (Roberto Guilherme) o fantasma que asombra o local e que aparece para assustar todo mundo. Virgínia (Fernanda Rodrigues), a neta mais velha, desaprova essa brincadeira e acaba fazendo amizade com Simão, pedindo a ele desculpas pelo comportamento dos outros. Assim Simão e Virgínia tem uma pequena conversa na qual ele diz que há dois séculos não dorme e que só conseguirá sua libertação se alguém encontrar um valioso tesouro que está escondido em alguma parte do castelo. Virgínia promete ajudá-lo. Ela então apresenta Simão para Didi, Dedé e as crianças e explica para todos a situação. Assim como nos demais filmes, Didi se apaixona por uma das personagens, vivendo uma desilusão amorosa. Neste filme, isto se passa com Estrela (Ivete Sangalo) a bela jardineira do castelo, que esconde um grande segredo.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • Foi o 41º filme de Renato Aragão.
  • Dedé Santana também participa do filme, como amigo do Didi
  • Estreia nos cinemas de Daniel Ávila, como um dos coprotagonistas. Escolha do próprio Renato Aragão, depois do sucesso do personagem "Kris" na novela Corpo Dourado da Rede Globo.
  • A história do filme se assemelha muito com um conto de Oscar Wilde chamado O Fantasma de Canterville. No conto assim como no filme um casal compra um castelo assombrado por um fantasma, este casal possui 4 filhos um garoto, uma garota e 2 garotos gêmeos. A garota se chama Virgínia e ela ajuda o fantasma a encontrar a paz de espírito e ganha joias como recompensa.
  • O castelo onde foi gravado o filme se localiza em Itaipava, Rio de Janeiro.
  • Simão é o primeiro personagem do bem interpretado pelo Roberto Guilherme, já que maioria foram os vilões.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «"O Príncipe do Egito e "Simão - O Fantasma Trapalhão são os destaques das estréias de hoje nos cinemas». Folha Online. 25 de dezembro de 1998. Consultado em 13 de maio de 2015 


Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.