Simbolismo nazista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde agosto de 2018). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
A suástica foi o primeiro símbolo do nazismo e permanece fortemente associada a ele no mundo ocidental.
Parteiadler o emblema do Partido Nazista

O Partido Nazista alemão do século XX fez uso extensivo do simbolismo gráfico, especialmente a suástica, que foi usada como seu principal símbolo[1] e na forma da bandeira da suástica se tornou a bandeira do estado da Alemanha Nazista.[2]

Principais símbolos[editar | editar código-fonte]

Outros símbolos empregados pelos nazistas incluem:

Hakenkreuzflagge
Bandeira do Partido Nazista
(1920-1945)
Bandeira da Alemanha
(1935-1945)

O principal símbolo dos nazistas era a "bandeira da suástica". O motivo preto-branco-vermelho é baseado nas cores das bandeiras do Império Alemão. Esse esquema de cores era comumente associado aos nacionalistas alemães anti-Weimar, após a queda do Império Alemão.[9] Os nazistas denunciaram a bandeira de dourado-vermelho-preto da República de Weimar (a atual bandeira da Alemanha).[9] Em Mein Kampf, Adolf Hitler descreveu o simbolismo da bandeira nazista: "O vermelho expressou o pensamento social subjacente ao movimento. Branco o pensamento nacional. E a suástica significou a missão que nos foi atribuída a luta pela vitória da humanidade ariana e ao mesmo tempo o triunfo do ideal do trabalho criativo ..."[10] Hoje, alguns países como a Alemanha (ver Strafgesetzbuch, seção 86a), Áustria, França, Lituânia, Letônia, Polônia, Ucrânia, Brasil e Israel baniram os símbolos nazistas e são considerados crime se forem exibidos publicamente para fins não-educacionais.

Letras rúnicas[editar | editar código-fonte]

A partir de 1933, o emblema da SS nazista exibia duas "runas Sig".

Cartas históricas do alfabeto rúnico e das modernas runas de Armanen foram usadas pelo nazismo e por grupos neonazistas que se associam às tradições germânicas, principalmente as runas Sigel, Eihwaz, Tyr;[11] c.f. Odal[12][13] (veja Odalismo) e Algiz.[14]

O fascínio que as runas parecem ter exercido sobre os nazistas pode ser atribuído ao ocultismo e ao Völkisch do autor Guido von List, uma das figuras importantes no misticismo germânico e revivalismo rúnico no final do século XIX e início do século XX. Em 1908, Guido von List publicou em Das Geheimnis der Runen ("O Segredo das Runas") um conjunto de 18 "Runas de Armanen", baseado no Futhark recente, que lhe teriam sido reveladas em estado de cegueira temporária após uma operação de catarata em ambos os olhos em 1902.

Nos contextos nazistas, o s-runa é referido como "Sig" (após Guido von List, provavelmente de Sigel anglo-saxão). O "Wolfsangel", embora não seja uma runa historicamente, tem a forma da runa "Gibor" de Guido von List. Rúnico "SS" era o símbolo do Schutzstaffel.

Uso continuado por grupos neonazistas[editar | editar código-fonte]

Muitos símbolos usados pelos nazistas foram apropriados por grupos neonazistas, incluindo várias runas. Os neonazistas também empregam vários símbolos numéricos, tais como:

  • 18, código para Adolf Hitler. O número vem da posição das letras no alfabeto: A = 1, H = 8.[15]
  • 88, código para 88 Preceitos. Um manifesto escrito por David Lane, um americano supremacista branco do final do século XX, sobre a organização adequada de uma nação nacionalista branca, 88 Preceitos é um tratado sobre direito natural, religião e política.[16] No entanto, de acordo com a Liga Antidifamação, é o código para Heil Hitler. Novamente, o número vem da posição da letra H no alfabeto latino.[17]
  • 14, das Quatorze Palavras cunhadas por David Lane: "Precisamos garantir a existência do nosso povo e um futuro para as crianças brancas".[18]
  • 14 e 88 são por vezes combinados uns com os outros (i.e. 14/88, 8814, 1488).[19] Eles também são às vezes descritos em dados.[20]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Symbol 34:13». HME Publishing. Consultado em 17 de dezembro de 2008. Arquivado do original em 8 de dezembro de 2008 
  2. «Third Reich 1933–1945 (Germany)». Flags of the World. Consultado em 17 de dezembro de 2008 
  3. «Symbol 34:11». HME Publishing. Consultado em 17 de dezembro de 2008. Arquivado do original em 22 de novembro de 2008 
  4. «Hate Symbols: Neo-Nazi SS Bolt». Anti-Defamation League. Consultado em 17 de dezembro de 2008. Arquivado do original em 17 de dezembro de 2008 
  5. «Hate Symbols: Othala Rune». Anti-Defamation League. Consultado em 17 de dezembro de 2008. Arquivado do original em 17 de dezembro de 2008 
  6. «Neonazi flag symbolism». Flags of the World. Consultado em 17 de dezembro de 2008 
  7. «Wolfsangel». Anti-Defamation League. Consultado em 17 de dezembro de 2008. Arquivado do original em 17 de dezembro de 2008 
  8. «Hate Symbols: Neo-Nazi Skull and Crossbones». Anti-Defamation League. Consultado em 17 de dezembro de 2008. Arquivado do original em 21 de janeiro de 2013 
  9. a b Hilmar Hoffmann, John Broadwin, Volker R. Berghahn. The Triumph of Propaganda: Film and National Socialism, 1933–1945. Berghahn Books, 1997. Pp. 16.
  10. «text of Mein Kampf». Project Gutenberg. Consultado em 2 de março de 2010 
  11. Symbols.com - Symbol 4:22 Arquivado em 2008-09-28 no Wayback Machine.
  12. a b «Hate Symbols: Othala Rune - From A Visual Database of Extremist Symbols, Logos and Tattoos». Anti-Defamation League. Consultado em 23 de abril de 2015. Arquivado do original em 21 de janeiro de 2013 
  13. a b «Neo-Nazi flag symbolism». Flags of the World. Consultado em 23 de abril de 2015 
  14. «Hate Symbols: Life Rune - From A Visual Database of Extremist Symbols, Logos and Tattoos». Anti-Defamation League. Consultado em 23 de abril de 2015. Arquivado do original em 21 de janeiro de 2013 
  15. «Hate Number Symbols: 18». Anti-Defamation League. Consultado em 23 de abril de 2015. Arquivado do original em 15 de novembro de 2012 
  16. «88 Precepts by David Lane» 
  17. «Hate Number Symbols: 88». Anti-Defamation League. Consultado em 20 de março de 2018 
  18. «Hate Number Symbols: 14 (words)». Anti-Defamation League. Consultado em 23 de abril de 2015. Arquivado do original em 26 de outubro de 2012 
  19. «Hate Number Symbols: 14/88». Anti-Defamation League. Consultado em 23 de abril de 2015. Arquivado do original em 26 de outubro de 2012 
  20. Willingham, A.J. (22 de fevereiro de 2017). «These are the new symbols of hate». CNN. Consultado em 20 de março de 2018 
  21. «Hate Symbols: Neo-Nazi Skull and Crossbones». Anti-Defamation League. Consultado em 23 de abril de 2015. Arquivado do original em 21 de janeiro de 2013 
  22. «Wolfsangel». Anti-Defamation League. Consultado em 23 de abril de 2015. Arquivado do original em 21 de janeiro de 2013 
  23. «Hate Symbols: Celtic Cross». Anti-Defamation League. Consultado em 23 de abril de 2015. Arquivado do original em 21 de janeiro de 2013 
  24. «Neo-Nazi flag symbolism». Flags of the World. Consultado em 23 de abril de 2015