Simferopol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Simferopol
Симферопoль(russo)
Сімферополь(ucraniano)
Акъмесджит(tártaro crimeano)
  Cidade  
Simferopol Montage.png
Símbolos
Bandeira de Simferopol Симферопoль(russo) Сімферополь(ucraniano) Акъмесджит(tártaro crimeano)
Bandeira
Brasão de armas de Simferopol Симферопoль(russo) Сімферополь(ucraniano) Акъмесджит(tártaro crimeano)
Brasão de armas
Apelido(s) A cidade da utilidade
— Город пользы (em russo)
Gentílico Simferopolitano
Localização
Simferopol (azul escuro) em um mapa da Crimeia.
Simferopol (azul escuro) em um mapa da Crimeia.
Simferopol Симферопoль(russo) Сімферополь(ucraniano) Акъмесджит(tártaro crimeano) está localizado em: Ucrânia
Simferopol
Симферопoль(russo)
Сімферополь(ucraniano)
Акъмесджит(tártaro crimeano)
Localização de Simferopol na Ucrânia
Coordenadas 44° 57' 7" N 34° 6' 8" E
País Disputado:
 Ucrânia (de jure)
 Rússia (de facto)
Região Concelho de Simferopol
Localização na Rússia República da Crimeia
Localização na Ucrânia República Autônoma da Crimeia
História
Fundação 1784
Administração
Bairros Zheleznodorozhnyi Raion
Tsentralnyi Raion
Kievskyi Raion
Tipo (de facto)
Chefe Gennady Bakharev
Características geográficas
Área total 107 km²
População total (2014) 332 317 hab.
Densidade 3,183.17 hab./km²
Altitude 350 m
Sítio simgov.ru (de facto)

Simferopol (em ucraniano Сімферополь; em russo Симферополь; em grego Συμφερόπολις, em tártaro da Crimeia Акъмесджит) é de jure capital da República Autônoma da Crimeia, território este que foi anexado pela Rússia em 2014, e renomeado para República da Crimeia. Seu nome derivado do grego e significa "cidade do bem comum". Em 2014, sua população era de 332.317 habitantes[1].

A cidade russa moderna de Simferopol foi fundada em 1784, após a anexação do Canato da Crimeia pela Rússia de Catarina II. Em 1802, Simferopol tornou-se o centro administrativo do Governo da Táurida, uma província histórica do Império Russo. Durante a Guerra da Crimeia de 1854-1856, o exército imperial russo estabeleceu-se na cidade. Depois da guerra, mais de 30.000 soldados russos foram enterrados nas imediações da cidade.

No século XX, Simferopol foi mais uma vez afetada por guerras e conflitos na região. Em 13 de novembro de 1920, o Exército Vermelho tomou a cidade das forças anti-bolcheviques do Exército Branco.

Durante a Segunda Guerra Mundial, Simferopol foi ocupada pela Alemanha de 1 de novembro de 1941 a 13 de abril de 1944. A polícia do NKVD atirou em vários prisioneiros em 31 de outubro de 1941 no prédio do NKVD e na prisão da cidade durante a retirada.[2] Os alemães protagonizaram em Simferopol um dos maiores massacres da guerra, matando no total mais de 22 mil habitantes, na sua maioria judeus, russos e ciganos.

Em abril de 1944, o Exército Vermelho libertou Simferopol. Em 18 de maio de 1944, a população de tártaros da Crimeia da cidade, juntamente com toda a nação tártara da Crimeia, foi deportada à força para a Ásia Central em uma forma de punição coletiva, evento que é chamado Sürgün na língua tártara da Crimeia. Cerca de 46.3% dos tártaros da Crimeia realocados morreram de doenças e desnutrição.[3]

Em 16 de Março de 2014 a população da Crimeia, majoritariamente russa, votou em um referendo considerado ilegal pela Resolução 68/262 da Assembleia Geral das Nações Unidas, concordando com a adesão deste território à Federação Russa. Em 21 de Março de 2014, Simferopol oficialmente se tornou a capital de um novo ente federativo da Federação Russa.

Em 14 de Setembro de 2014, eleições municipais foram realizadas como parte da Federação Russa, as primeiras eleições desde o referendo sobre o estatuto político da Crimeia.

Referências

  1. «Итоги::Крымстат». web.archive.org. 25 de setembro de 2015. Consultado em 9 de maio de 2022 
  2. «Complete Destruction of National Groups as Groups: The Crimean Turks». iccrimea.org. Consultado em 9 de maio de 2022 
  3. Subtelny, Orest (2000). Ukraine: A History. [S.l.]: University of Toronto Press. 483 páginas. ISBN 0-8020-8390-0