Simple Life: Mudando de Vida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Simple Life: Mudando de Vida
Informação geral
Formato
Duração 42 minutos (60 com comerciais)
Desenvolvedor(es) Rede Record
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Johnny Martins
Diretor(es) de criação Rafael Baroni (ilustrações)
Christiano Metri (operações)
Produtor(es) Patrícia Duarte
Produtor(es) executivo(s) Lucas Gentil
Editor(es) Michael Ukstin
Elenco Karina Bacchi
Ticiane Pinheiro
Tema de abertura Instrumental
Tema de encerramento Instrumental
Exibição
Formato de exibição 480i (SDTV
Transmissão original 3 de julho de 200716 de outubro de 2007
N.º de temporadas 1
N.º de episódios 16

Simple Life: Mudando de Vida foi um reality show brasileiro exibido pela Rede Record entre 3 de julho e 16 de outubro de 2007[1].

É baseado no programa americano The Simple Life que era exibido entre 2003 e 2007 no canal a cabo Fox Life nos Estados Unidos, protagonizado por Paris Hilton e Nicole Richie. No Brasil, esse programa era protagonizado por Karina Bacchi e por Ticiane Pinheiro.

O programa[editar | editar código-fonte]

O programa mostra as duas socialites em situações diferentes das que estão acostumadas a fazer durante uma temporada de 40 dias na cidade interiorana de Analândia.

Foi gravado no Sítio Roncador em Analândia, interior de São Paulo, de propriedade da família Paiuta, com quem Karina e Ticiane conviveram. Como não podiam levar dinheiro, as duas tiveram que trabalhar em diversos empregos diferentes. Nestes empregos, elas executaram tarefas que iam de tirar leite das vacas até entregar marmitas. Também trabalharam numa fábrica de refrigerantes, tiraram mel de colmeias e fizeram inseminação artificial em vacas.

Durante o programa, as meninas deram duas festas: uma rave de entrada pública feita com a colaboração de amigos conhecidos na cidade e uma festa de bodas de ouro para o casal Osmar e Dulce Paiuta que contou com a participação de uma dupla sertaneja local.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios (desde dezembro de 2009).
  • As imagens exibidas na abertura do programa foram feitas na propriedade do publicitário Roberto Justus, então marido de Ticiane.
  • As gravações de Ticiane e Karina fazendo compras exibidas no primeiro programa e na abertura foram feitas na rua Oscar Freire, em São Paulo.
  • As aventuras do programa, vividas por Karina Bacchi e Ticiane Pinheiro, foram posteriormente contadas no livro "Patricinhas Sem Salto" escrito por Fernanda Morais, roteirista do programa.
  • O programa chegou a ser satirizado pelo Show do Tom no quadro "Sítio Light: Mudando Para Roça", onde Tiririca e Tom Cavalcante viviam, respectivamente, Karina (chamada de Tirica Bacchi) e Ticiane (chamada de Tomciane Pinheiro).
  • Uma segunda temporada do programa seria lançada com Karina Bacchi e a modelo e atriz Carolina Magalhães, porém o projeto foi descontinuado e as loiras foram parar em outros realitys da emissora. Enquanto Karina foi para a segunda temporada de A Fazenda — da qual se consagrou campeã —, Carolina, anos mais tarde, foi para o reality Amazônia.
  • Ticiane Pinheiro e Karina Bacchi já posaram nuas para a revista Playboy Brasil (em 2003 e 2006, respectivamente)

Audiência[editar | editar código-fonte]

O programa estreou com ótima audiência, com média de 16 pontos, chegando a picos de 20 e garantindo a liderança absoluta por 36 minutos e empatado por 6 minutos com a Globo, que no horário marcou 15 pontos.[2] No seu segundo episódio, a série marcou média de 14 pontos, 20 de pico e 21% de share, deixando a Rede Record na vice-liderança absoluta no horário.[3] No 4º episódio, teve média de 18 pontos, três a mais que a semana anterior, e apenas um ponto a menos que a 1ª colocada, com picos de 23 pontos. O programa conquistou a liderança por 35 minutos.[4] O 6º episódio teve média de 13 pontos, com 24% de participação e 16 pontos de pico.[5]

O último episódio teve 11 pontos de média, e 15 de pico, com 20% de share. Ficou na liderança por 8 minutos[6].

O programa terminou com uma média de 13 pontos[7].

Episódios[editar | editar código-fonte]

  • Episódio 01 - Karina e Ticiane largaram seus cartões de crédito, mordomias e grifes de luxo para embarcar rumo ao confinamento de 40 dias em Analândia, pequena cidade do interior de São Paulo. As duas chegaram de jatinho na cidade e já começaram a aprontar as primeiras confusões com a família Paiuta, no Sítio Roncador. Elas aproveitaram para conhecer a rotina simples da família da região.
  • Episódio 02 - Karina e Ticiane tiveram que limpar curral, pegar porco no chiqueiro, limpar peixe, tomar banho de rio, cortar capim e ordenhar vacas. As duas se divertiram com as situações inusitadas e até adotaram um porquinho de estimação, chamado Pink.
  • Episódio 03 - As duas vão trabalhar em uma fábrica de refrigerantes e aprontam muito. No final, são despedidas e ganham R$ 30,00 cada uma.
  • Episódio 04 - As duas patricinhas coletaram mel em um apiário, e logo depois foram vendê-lo, usando roupa de abelha e tudo. Nesse episódio elas também escalaram uma montanha e trabalharam em uma lanchonete.

Referências