Sinagoga de Santa María la Blanca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Arcos do interior de Santa María la Blanca
Iglesia de Sta Maria la Blanca

Santa María la Blanca esta situada na cidade de Toledo. Construída no princípio como sinagoga, posteriormente foi convertida numa igreja católica.

Arquitectura[editar | editar código-fonte]

Construída no século XII, este monumento é mudejar. Tem cinco naves separadas por pilares. É de notar, como dado significativo, o profundo contraste que se faz patente entre a humildade exterior e o luxo que se aprecia dentro, conforme a tradição oriental de "todo fazia o interior". A sinagoga teve, no arquitectónico, uma influencia inquestionável sobre outras sinagogas do resto da Península, sobretudo na de Segóvia.

História[editar | editar código-fonte]

Santa María la Blanca, Heliographie 1889

Foi transformada na segunda metade do século XV numa igreja da Orden de Calatrava. Em 1550, o cardeal Siliceo converteu-a numa beataria para prostitutas arrependidas. No século XVIII foi ocupada como quartel para as tropas da guarnição de Toledo. A meados do século XIX, o edifício foi declarado monumento nacional. Depois da guerra civil espanhola, um decreto real do governo entrega Santa María la Blanca à Igreja Católica.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia tem o portal:
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sinagoga de Santa María la Blanca


Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.