Sindicato de Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Sindicato de Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo foi fundado em 19 de abril de 1937. Teve entre seus fundadores Geraldo Ferraz[1], e entre seus presidentes, Audálio Dantas, que participou ativamente das campanhas contra o regime ditatorial, em particular quando do assassinato do jornalista Wladimir Herzog, em dependências da polícia política em São Paulo.[2]

Em memória do jornalista, o sindicato confere o Prêmio Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos[3]

Referências

  1. Juliana Cunha Lima Neves. Geraldo Ferraz e Patrícia Galvão: a experiência do suplemento literário do ... [S.l.: s.n.] p. 33. Consultado em 8 de novembro de 2017 
  2. ALESP (01 de junho de 2007). «010ª SESSÃO SOLENE EM COMEMORAÇÃO AOS "70 ANOS DO SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS NO ESTADO DE SÃO PAULO"». Consultado em 8 de novembro de 2017  Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. Câmara dos Deputados (20 de outubro de 2005). «TV Câmara ganha prêmio Vladimir Herzog em duas categorias». Consultado em 8 de novembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação ou jornalismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.