Sismo de Portugal de 1969

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sismo de Portugal de 1969
Epicentro 36.01º N, 10.57º W, Sudoeste de Sagres
Magnitude 8,0 MW
Data 28 de fevereiro de 1969
Zonas atingidas Sul de Portugal e Região de Lisboa
Vítimas 13

O Sismo de 1969 deu-se a 28 de Fevereiro de 1969 pelas 3h41 CET (2h41 GMT). Atingiu o Sul do país e a região de Lisboa, mas também foi sentido no Norte, sendo o último grande sismo a ocorrer em Portugal Continental, e o mais importante do século XX. O epicentro do sismo ocorreu a 36.01º N, 10.57º W, no Oceano Atlântico a sudoeste do Cabo de São Vicente, e a magnitude atribuída foi Ms=7.9 e Mw=8.0. Este evento é interpretado como resultante da compressão interplaca (Africana e Euroasiática) que ocorre na região sudoeste ibérica.

O sismo provocou alarme e pânico entre a população, cortes na telecomunicações e no fornecimento de energia eléctrica. Registaram-se 13 vítimas mortais em Portugal Continental, 2 como consequência direta do sismo, e 11 indiretas. A maior intensidade (VIII) foi sentida no Algarve, sendo atribuida a Lisboa uma intensidade (VII).

Referências

  • Lopez-Arroyo A. and A. Udias. Aftershock sequence and focal parameters of the February 28, 1969 earthquake of the Azores-Gibraltar fracture zone. Bulletin of the Seismological Society of America 1972 62: 699-719.
  • Buforn, E., A. Udias, and M.A. Colombas, 1988, Seismicity, source mechanisms and tectonics of the Azores-Gibraltar plate boundary, Tectonophysics 152(1-2): 89-118.
  • Fukao, Y. (1973). Thrust faulting at a lithosphere plate boundary. The Portugal earthquake of 28.02.1969. Earth and Planet. Sc. Lett., vol.18, pp 205-216
  • Quintino, Júlio (1970). O SISMO DE 28 DE FEVEREIRO DE 1969. Sep. Bol. Lab. Mineralógico e Geológico Fac. Ciências, 11. p 265-292.
Ícone de esboço Este artigo sobre Geologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.