Sistema social

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Um sistema social é a série de interrelações padronizadas existentes entre os indivíduos, grupos e instituições, formando um todo.[1] Pode ainda ser definido como um coletivo de pessoas que assumem diferentes tipos de tarefas para atingir objetivos e resolver problemas em comum. O termo pode ser aplicado a um grupo de dois ou mais indivíduos, organizações complexas ou sociedades inteiras. Para os membros de um sistema social cooperarem, deve haver uma linguagem e alguma similaridade entre eles, embora dentro do sistema possam existir variadas sub-culturas e códigos, assim como diferenças individuais.[2]

Parsons[editar | editar código-fonte]

Talcott Parsons foi o primeiro a formular uma teoria sistemática dos sistemas sociais, o que ele fez como uma parte de seu paradigma AGIL. Ele definiu um sistema social como apenas um segmento (ou um "subsistema") do que ele chamou de Teoria da ação.[3]

Forrester[editar | editar código-fonte]

Jay Wright Forrester descreveu três comportamentos contra-intuitivos: as causas dos sintomas são muitas vezes distante no tempo e no espaço, identificar pontos de alavancagem e consequências de curto e longo prazo conflitantes .[4]

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • Parsons, Talcott. (1970). The System of Modern Societies, New York
  • Parsons, Talcott. (1977). Social Systems and the Evolution of Action Theory, New York
  • Parsons, Talcott. (1978). Action Theory and the Human Condition, New York

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «social system». Merriam Webster 
  2. James Watson; Anne Hill (2006). Dictionary of Media and Communication Studies. A&C Black. p. 283. ISBN 978-0-340-91338-3.
  3. Parsons, Talcott. (1951).
  4. Forrester, Jay. 1971.