Sixteen Candles

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sixteen Candles
Parabéns a você (PT)
Gatinhas e Gatões (BR)
1984 • cor • 93 min 
Direção John Hughes
Produção Hilton A. Green
Michelle Manning
Ned Tanen
Roteiro John Hughes
Elenco Molly Ringwald
Anthony Michael Hall
Michael Schoeffling
Género comédia romântica
Música Ira Newborn
Cinematografia Bobby Byrne
Edição Edward Warschillka
Distribuição Universal Pictures
Lançamento 1984
País  Estados Unidos
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

Sixteen Candles (br: Gatinhas e Gatões / pt: Parabéns a você) é um filme de comédia de 1984, retratando o mundo adolescente, escrito e dirigido por John Hughes em seu filme de estreia nessa segunda função.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Principal
Outros

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A estudante secundarista Samantha "Sam" Baker completa dezesseis anos de idade mas fica decepcionada quando a família se esquece do aniversário porque estão todos atribulados com o casamento da irmã mais velha dela, Ginny, que irá acontecer no dia seguinte. Sam é apaixonada por um estudante mais velho e rico, Jake Ryan, mas ele namora Caroline, uma garota da mesma idade dele e bastante popular. Jack percebe o interesse de Sam e tenta saber mais dela através de "Ted" ou "Farmer Ted", um calouro que a conhece do ônibus escolar. Ted faz uma aposta com os amigos envolvendo Sam e conta isso para ela. Sam resolve ajudá-lo a ganhar a aposta quando ele lhe conta do interesse de Jack.

Produção[editar | editar código-fonte]

As filmagens foram nos arredores de Chicago durante o verão de 1983 [1] . A maior parte das cenas interiores foram na Niles East High School.

Controvérsia[editar | editar código-fonte]

O personagem de Long Duk Dong foi criticado por ser racialmente insensível e ofensivo para os asiáticos e outros [2] Alison MacAdam do NPR escreveu (tradução livre): "Para alguns assistentes, ele representou um dos mais ofensivos estereótipos asiáticos que Hollywood apresentou" [3] Roger Ebert defendeu o personagem, escrevendo que Gedde Watanabe "elevou seu papel de um estereotipo ofensivo para altamente cômico". [4]

Num artigo publicado em Salon, Amy Benfer considerou que o filme tacitamente perdoa estupro num encontro[5] . Após a cena da festa, Jake conversa com Ted sobre a namorada Caroline estar "na cama bem agora, com frio. Eu poderia violá-la de dez maneiras diferentes se eu quisesse" [6] Ele encoraja Ted a levá-la para casa dizendo "que ela não saberá a diferença" [7] . Quando Caroline e Ted acordam abraçados no carro, ela fala que certamente tiveram relações sexuais mas nenhum dos dois se lembra. Amy Benfer escreveu que "A cena funcionou apenas porque as pessoas eram estúpidas sobre estupros em encontros naquela época. Mesmo em comédias mais pesadas, você nunca veria dois simpáticos jovens conspirando para tomar vantagem de uma garota bêbada, atualmente".

Trilha sonora e canções[editar | editar código-fonte]

Lado 1[editar | editar código-fonte]

Lado 2[editar | editar código-fonte]

A trilha sonora original foi lançada por um preço baixo mas o álbum só contém 5 faixas. No filme são ouvidas, contudo, cerca de 30 canções. As que não foram incluídas são:

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.