Sky Captain and the World of Tomorrow

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sky Captain and the World of Tomorrow
Sky Captain e o Mundo de Amanhã (PT)
Capitão Sky e o Mundo de Amanhã[1] (BR)
 Estados Unidos
2004 •  cor •  106 min 
Direção Kerry Conran
Roteiro Kerry Conran
Idioma Inglês
Orçamento US$ 70 milhões[2]
Receita US$ 57 958 696
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Sky Captain and the World of Tomorrow (br: Capitão Sky e o Mundo de Amanhã[3] / pt: Sky Captain e o Mundo de Amanhã)[4] é um filme norte-americano, britânico e italiano de 2004, dos gêneros dieselpunk[5][6] e aventura pulp. O filme foi a estréia de Kerry Conran como diretor e roteirista.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em uma Nova York do final dos anos 1930, a repórter Polly Perkins (Gwyneth Paltrow) descobre que os cientistas mais famosos do mundo estão desaparecendo. Após a cidade ser atacada por imensos robôs voadores, ela resolve pedir ajuda ao piloto e aventureiro e seu antigo namorado Joseph "Capitão Sky" Sullivan (Jude Law) e Dex (Giovanni Ribisi), o fiel ajudante dele. A missão principal do grupo é localizar o megalomaníaco doutor Totenkopf (Laurence Olivier), que está escondido em algum lugar do Nepal e planeja destruir o mundo.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Laurence Olivier faleceu em 1989. Para ele aparecer no filme, Kerry Conran utilizou imagens de arquivo do ator e fez uma edição de forma que Oliver pudesse "atuar" como o vilão Dr. Totenkopf.

Inspirações do diretor[editar | editar código-fonte]

Robô de "Mechanical Monsters" (desenho animado do Superman)

O filme foi inteiramente rodado com os atores atuando a frente de uma tela azul. Com exceção dos próprios atores, todo o restante do filme foi inserido através de computadores. Foi o próprio Kerry Conran quem criou o programa de CGI que permite a criação de um mundo virtual em 3D e a posterior inserção de atores neste universo. O diretor Kerry Conran não foi nem uma única vez a Nova York durante as filmagens, e também nunca tinha ido à cidade antes. O diretor recriou Nova York baseando-se em fotos antigas da cidade. O título "The World of Tomorrow" (O mundo de amanhã) é uma referência à Feira Mundial de Nova York realizada em 1939 e 1940, que foi apelidada com esse nome. Na verdade esse seria o nome do filme,mas ele teve que ser mudado para Sky Captain and the World of Tomorrow para que o público não se confundisse com O Dia Depois de Amanhã (2004), cujo título original é "The Day After Tomorrow". O diretor Kerry Conran tirou a idéia dos robôs gigantes voadores do episódio "Mechanical Monsters", do desenho animado do Superman, que foi exibido em 1941.[7]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Sky Captain and the World of Tomorrow no AdoroCinema (Brasil)
  2. «Capitão Sky» 
  3. Leonardo Buddy Baker (20 de abril de 2005). «Capitão Sky nas lojas em junho». HQManiacs 
  4. http://cinema.ptgate.pt/filmes/2529
  5. Janicz, Krzysztof (2008). «Chronologia dieselpunku» (em Língua polaca) 
  6. Williams, Sarah Hope (13 de setembro de 2009). «Just what is "Stitchpunk," Anyway?» 
  7. http://www.dvdjournal.com/reviews/s/skycaptain.shtml

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme de ficção científica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.