Skylon (espaçonave)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Skylon
Espaçonave
Impressão artística do Skylon
Descrição
Tipo / Missão Avião espacial reutilizável
País de origem  Estados Unidos
Tripulação Não tripulado

O Skylon é um projeto para um avião espacial não tripulado em desenvolvimento pela empresa britânica Reactions Engines Limited (REL), utilizando um SABRE, um motor de ciclo combinado, o sistema de propulsão de foguete com alimentação de ar para chegar a órbita em uma única etapa. Potencialmente reutilizável para 200 voos. De acordo com os estudos e análises realizados, é esperado que o custo por quilo de carga útil transportada para a órbita terrestre baixa seja reduzido dos atuais £ 15 000/kg (desde 2011),[1] incluindo pesquisa e desenvolvimento, para em torno de £ 650/kg, com os custos esperados para cair muito mais ao longo do tempo, após os gastos iniciais forem amenizados.[2] Em 2004, o custo de vida útil total do programa foi estimado em cerca de $ 12 bilhões.[2]

Projeto[editar | editar código-fonte]

Impressão artística do Skylon pousado

O projeto do veículo é de um avião movido a hidrogênio que irá decolar a partir de uma pista convencional, e acelerar a Mach 5.4 a 26 km de altitude utilizando o ambiente antes de ligar os motores para usar o oxigênio líquido (LOX) interno, a alimentação vai colocá-lo em órbita. Uma vez em órbita ele vai lançar sua carga útil de até 15 toneladas. O veículo não será tripulado, mas também pode ser autorizado a transportar passageiros. Todas as cargas podem ser colocada em um compartimento contentor normalizado. O veículo relativamente leve, a sua carenagem protegida por uma cerâmica composta, porá reentrar na atmosfera e pousar em uma pista de decolagem.[3] Quando no chão, ele passará por inspeção e manutenção necessária. Se o objetivo do projeto for alcançado, ele deve estar pronto para voar de novo num prazo de dois dias.

Até 2012, apenas uma pequena parte do financiamento necessário para desenvolvimento e construção do Skylon tinha sido garantido. O trabalho de pesquisa e desenvolvimento no projeto do motor SABRE está acontecendo sob uma pequena concessão da Agência Espacial Europeia (ESA). Em janeiro de 2011, a REL apresentou uma proposta ao governo britânico para solicitar um financiamento adicional para o projeto e, em abril a REL anunciou que havia conseguido 350 milhões de dólares estadunidenses de maior contingente do financiamento em um teste de tecnologia do motor for bem sucedido. Testes das principais tecnologias foi concluída com sucesso em novembro de 2012, permitindo que o projeto do Skylon possa avançar para a fase final.[4][5] Com o sucesso nos testes realizados deste novo mecanismo que poderá lançar uma nave para o espaço e revolucionar a nossa forma de viajar, o que torna possível chegar a qualquer lugar da Terra em apenas quatro horas. A REL afirmou nesta data que o maior obstáculo técnico para suas ideias já foi ultrapassado.[6] Em 16 de julho de 2013, o governo britânico prometeu R$ 60 milhões para o projeto: este investimento dará apoio a uma "fase crucial" para permitir que um protótipo em escala real do motor SABRE possa ser construído.[7]

Se tudo correr como o planejado, os primeiros voos de teste poderá acontecer em 2019, o Skylon poderá visitar a Estação Espacial Internacional até 2022. O veículo poderá transportar 15 toneladas de carga para uma órbita equatorial de 300 km em cada viagem, e até 11 toneladas para a Estação Espacial Internacional, quase 45% a mais do que a capacidade do ATV veículo da Agência Espacial Europeia.[8]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Skylon Test Date» (em inglês). UK Parliament. Consultado em 15 de agosto de 2014 
  2. a b «Skylon FAQ» (em inglês). Reaction Engines. Consultado em 15 de agosto de 2014. Arquivado do original em 2 de junho de 2015 
  3. «O avião espacial britânico Skylon vai conhecer o seu primeiro teste decisivo». Consultado em 15 de agosto de 2014. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  4. «Skylon spaceplane engine concept achieves key milestone» (em inglês). BBC. Consultado em 15 de agosto de 2014 
  5. «Hypersonic Flight 'Breakthrough' Could Have Us in Tokyo by Lunch» (em inglês). Consultado em 15 de agosto de 2014 
  6. «A um passo de viagem espacial civil: Skylon nave espacial que pode voar para qualquer lugar na Terra em apenas quatro horas.». Consultado em 15 de agosto de 2014 [ligação inativa]
  7. «UK earmarks £60m for super-fast space rocket engine» (em inglês). Consultado em 14 de agosto de 2014 
  8. «Sabre rocket engine could open up access to space as never before» (em inglês). Consultado em 15 de agosto de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]