Slipknot Demo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Slipknot Demo
Álbum de demonstração de Slipknot
Gravação 1997 - 1998
Gênero(s) Metal alternativo, nu metal
Duração 14:06
Produção Slipknot
Cronologia de Slipknot
Crowz
(1997)
Slipknot
(1999)

Slipknot Demo é uma demo de 1998 da banda de nu metal norte-americana Slipknot. Contribuiu para a banda assinar com a Roadrunner Records e recrutar Ross Robinson, que produziu o seu álbum de estreia. A demo foi usada para promover a banda junto de potenciais editoras e produtores, numa altura em que estava a captar atenções de diversas editoras.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1995, após o lançamento do primeiro álbum demo da banda Mate. Feed. Kill. Repeat., os membros dos Slipknot continuaram a escrever novo material e a trabalhar no SR Audio, um estúdio local, com o novo vocalista Corey Taylor.[1] A banda intencionava lançar um segundo álbum demo mas nunca passou da fase de pré-produção.[1] Entre as canções escritas e gravadas neste período, incluem-se "Slipknot", "Gently", "Do Nothing", "Tattered and Torn", "Scissors", "Me Inside", "Coleslaw", "Carve", "Windows" e "May 17th".[2] Em 1998, os Slipknot recebiam atenção crescente de gravadoras como a Epic e a Hollywood Records.[3] Eles lançaram esta demo para potenciais editoras e produtores. A faixa "Spit It Out" era principal foco da demo e, com a ajuda da manager Sophia John, a banda foi capaz de conseguir que uma cópia da demo chegasse a Ross Robinson.[4] O grupo pretendia que este trabalhasse com eles no seu álbum de estreia e, após um encontro com a banda, Robinson contratou-os para a sua própria gravadora, I Am, mas mais tarde ajudou-os a assinarem com a Roadrunner Records.[4]

"Wait and Bleed" e "Spit It Out" apareceram no álbum de estreia Slipknot, "Interloper" e "Despise" estão disponíveis na versão digipak do mesmo álbum e "Snap" foi incluída na banda sonora do filme de 2003 Freddy vs. Jason.[5]

É frequentemente dito que a "Interloper" e "Despise" são versões demo de "Diluted" e "Purity", que surgem no álbum homónimo da banda (excepto "Purity", que apenas saiu na primeira edição devido a direitos de autor), pois "Despise" e "Purity" são muito similares na estrutura, tal como a "Interloper" e "Diluted".

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as canções creditadas a Slipknot.

  1. "Spit It Out" – 2:35
  2. "Wait and Bleed" – 2:33
  3. "Snap" – 2:54
  4. "Interloper" – 2:18
  5. "Despise" – 3:40

Pessoal[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. a b Arnopp 2001, p. 70–71
  2. Arnopp 2001, p. 78
  3. Crampton 2001, p. 29
  4. a b Arnopp 2001, p. 82–93
  5. D'Angelo, Joe (30 de junho de 2003). «'Freddy Vs. Jason' Soundtrack Features Cuts From Slipknot, Sepultura, Others». MTV. Consultado em 2 de julho de 2008 

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Arnopp, Jason (2001). Slipknot: Inside the Sickness, Behind the Masks. [S.l.]: Ebury. ISBN 0091879337 
  • Crampton, Mark (2001). Barcode Killers: The Slipknot Story in Words and Pictures. [S.l.]: Chrome Dreams. ISBN 1842401262 
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Slipknot é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.