Sociedade Planetária

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sociedade Planetária
(TPS)
Os fundadores da Sociedade Planetária – foto de 1980
Lema "Conheça o cosmos e o nosso lugar dentro dele"
Tipo Organização não governamental Organização sem fins lucrativos
Fundação 1980 (38 anos)
Propósito Encorajar a população mundial a participar da exploração do sistema solar e da busca por outras formas de vida no Universo.
Sede Pasadena
Membros 60.000
Presidente William Sanford "Bill" Nye[1]
Fundador(a) Carl Sagan, Bruce C. Murray e Louis Friedman
Organização Neil deGrasse Tyson
Sítio oficial planetary.org

A Sociedade Planetária é uma Organização não governamental (ONG) americana com atuação internacional sem fins lucrativos fundada em 1980, com sede em Pasadena, na Califórnia, por Carl Sagan, Bruce C. Murray e Louis Friedman, dedicada a defender diversos projetos de pesquisa relacionados à astronomia, Ciência planetária e Exploração espacial, tem mais de 50.000 membros em mais de 100 países ao redor do mundo. Atualmente o CEO da Sociedade Planetária é o engenheiro e divulgador científico Bill Nye.

História[editar | editar código-fonte]

A The Planetary Society (Sociedade Planetária) foi fundada em 1980 por Carl Sagan, Bruce Murray e Louis Friedman como promotora do suporte público à exploração espacial e a busca de vida extraterrestre. Até sua morte em 1996 a sociedade foi liderada por Sagan, que usou sua fama e influência política para afetar o clima político do período, incluindo proteger o SETI em 1980 de ser cancelado pelo congresso americano. Durante os anos 80 e 90, a Sociedade promoveu sua agenda científica e tecnológica, que levou ao aumento do interesse na exploração espacial usando rovers e a missão New Horizons da NASA a Plutão.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.