Sociedade Torre de Vigia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Watchtower Bible & Tract Society (world headquarters).jpg

Sociedade Torre de Vigia (na língua inglesa Watch Tower Society) é o nome popularmente usado por muitos para se referirem à mais antiga sociedade ou corporação jurídica usada pelas Testemunhas de Jeová, fundada nos Estados Unidos por Charles Taze Russell e atualmente designada por Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados da Pensilvânia (Watch Tower Bible and Tract Society of Pennsylvania).

Considerado sinónimo de Corpo Governante[editar | editar código-fonte]

Com o tempo, o termo abreviado, Sociedade Torre de Vigia, ou simplesmente Sociedade, veio mesmo a tornar-se sinónimo do Corpo Governante, o grupo de homens responsáveis pelas atividades mundiais dos Estudantes da Bíblia, agora conhecidos por Testemunhas de Jeová. De forma mais abrangente, a expressão "Sociedade" era também atribuída ao completo grupo de cristãos e cristãs que as Testemunhas de Jeová consideram ungidas pelo espírito santo e que possuem esperança celestial, usualmente designados colectivamente por Escravo Fiel e Discreto, e do qual o Corpo Governante faz parte.

Por exemplo, o livro Testemunhas de Jeová - Proclamadores do Reino de Deus, editado pela Sociedade Torre de Vigia em 1993, menciona na página 219:

"Para considerar as coisas nas suas devidas relações, porém, mostrou-se que, quando A Torre de Vigia mencionava "A Sociedade", isto significava não um mero instrumento legal, mas o grupo dos cristãos ungidos que havia formado essa entidade jurídica e a usava. Assim, a expressão representava o escravo fiel e discreto com seu Corpo Governante."

Na mesma página, o livro recorda a resolução adotada pelas congregações das Testemunhas de Jeová conforme publicada na edição de Junho e Julho de 1938 de A Sentinela:

"Nós, a companhia do povo de Deus tirado para seu nome, reconhecemos que o governo de Deus é pura teocracia e que Cristo Jesus está no templo e em pleno cargo e domínio tanto da organização visível de Jeová como da invisível; e que "A Sociedade" é o representante visível do Senhor na Terra, e, portanto, pedimos à "Sociedade" que organize esta companhia para serviço e que nomeie os diversos servos da mesma, de sorte que todos trabalhemos juntos em paz, justiça, harmonia e unidade completa. Juntamos aqui uma lista de nomes de pessoas desta companhia que nos parecem as mais aptas para preencher as respectivas posições designadas para o serviço."

No entanto, nos últimos 40 anos, as Testemunhas tentam separar e distinguir a estrutura que orienta as suas actividades religiosas de qualquer sociedade ou corporação legal estabelecida em qualquer país.

A Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados da Pensilvânia (Watch Tower Bible and Tract Society of Pennsylvania), é apenas uma das muitas sociedades responsáveis por difundir a doutrina religiosa das Testemunhas de Jeová através da página impressa, fundamentada nos textos bíblicos, dos quais retiram boa parte das suas directrizes, a serem seguidas pelos seus membros em cada congregação.

Informações detalhadas sobre as diversas corporações ou sociedades com personalidade jurídica usadas, actualmente ou no passado, pelas Testemunhas de Jeová, poderão ser encontradas nos artigos alistados no índice exposto nesta página. Também se encontram ali ligações para artigos informativos sobre as doutrinas e métodos organizacionais adoptados mundialmente pelas Testemunhas de Jeová.

Torre de Vigia

Significado do termo Torre de Vigia[editar | editar código-fonte]

A expressão "Torre de Vigia" (Watch Tower) não é exclusividade dos escritos de Russell nem das Testemunhas de Jeová. George Storrs publicou um livro na década de 1850 intitulado "The Watch Tower: Or, Man in Death; and the Hope for a Future Life" (A Torre de Vigia: Ou, o Homem na Morte; e a Esperança de Uma Vida Futura). Esse nome foi também incorporado no título de vários periódicos religiosos. Origina-se da ideia de manter-se vigilante sobre o desenrolar dos propósitos de Deus, conforme as ideias expressas nos seguintes versículos bíblicos retirados da Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas

  • Isaías 21,8
"E passou a clamar como leão: "Ó Jeová, sobre a torre de vigia estou de pé continuamente, de dia, e no meu posto de vigilância estou postado todas as noites.""
  • Isaías 21,11-12
"A pronúncia contra Dumá: Há um chamando-me desde Seir: "Vigia, como está a noite? Vigia, como está a noite?" O vigia disse: "A manhã tem de vir, e também a noite. Se quiserdes indagar, indagai. Chegai outra vez!""
  • Ezequiel 3,17
"Filho do homem, constituí-te vigia para a casa de Israel, e terás de ouvir a fala procedente da minha boca e terás de avisá-los da minha parte."
  • Habacuque 2,1
"Vou ficar de pé no meu posto de vigilância e vou ficar postado sobre o baluarte e estarei vigiando para ver o que ele há de falar por mim e o que hei de replicar à minha repreensão."

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Sites oficiais das Testemunhas de Jeová[editar | editar código-fonte]

Outras ligações de interesse[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências