Sociedade secreta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Interior de um templo rosa-cruz. A ordem rosa-cruz é um exemplo de sociedade secreta.

Sociedade secreta é uma associação de iniciados que têm acesso a certos mistérios e conhecimentos que, segundo os seus membros e líderes, não devem ser compartilhados com as demais pessoas, por estas serem incapazes de compreendê-los e levá-los a sério. Assim sendo, não mereceriam conhecer ou fazer parte de tais sociedades ou grupos.[1]

Descrição[editar | editar código-fonte]

No sentido antropológico e histórico, as sociedades secretas são profundamente ligadas ao conceito de Männerbund (traduzido da língua alemã, "união de homens"), que seria próprio de culturas pré-modernas.[2][3] Tais sociedades são criadas para diversos propósitosː políticos, sociais, econômicos etc. Mas há, também, propósitos ocultos, muitas vezes ligados às teorias de conspiração, como segredos envolvendo governos, instituições e até igrejas e organizações religiosas. Muitas sociedades são acusadas por teóricos da conspiração de estarem encobrindo segredos importantes e intrigantes a nível mundial, tais como a existência de seres extraterrestres inteligentes que visitam a Terra, por exemplo. As sociedades secretas, quase sempre, estão ligadas ao ocultismo e/ou teorias conspiratórias.

Referências

  1. «Introdução sobre as sociedades secretas». Como tudo funciona. Consultado em 9 de setembro de 2012.. A partir das histórias das diferentes sociedades secretas que já surgiram ao longo dos milênios, podemos definir basicamente que uma sociedade secreta é composta por "iniciados", isto é, por aqueles que tiveram acesso a determinados "mistérios". Esses "homens sábios" acreditam que os segredos revelados a eles, ou por eles descobertos, não devem ser compartilhados com um mundo composto de pessoas vulgares e profanas, incapazes de compreender esses "mistérios". 
  2. H. Schurtz, Alterklassen und Mannerbunde, Berlim, 1902; A. Van Gennep, Os ritos de passagem, Chicago, 1960
  3. Stevens (1899), p. vii.
Ícone de esboço Este artigo sobre antropologia ou um antropólogo é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Portal A Wikipédia possui o:
Portal das Ciências sociais