Socioeconomia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Translation to english arrow.svg
A tradução deste artigo está abaixo da qualidade média aceitável. É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, tente encontrar a página original e melhore este verbete conforme o guia de tradução.

Não deve ser confundido com economia social.

A Socioeconomia é a ciência social que estuda como a atividade econômica afeta e é moldada por processos sociais. Em geral, analisa como as sociedades progridem, estagnam ou regridem por causa de sua economia local ou regional, ou da economia global. As sociedades são divididas em 3 grupos: social, cultural e econômico.

Visão geral[editar | editar código-fonte]

"Socioeconomia" é às vezes usado como um termo guarda-chuva para várias áreas de investigação. O termo "economia social" pode referir-se amplamente para o "uso da economia no estudo da sociedade".[1] de forma Mais restrita, a prática contemporânea considera interações comportamentais de indivíduos e grupos, através do capital social e sociais "mercados" (não excluindo, por exemplo, a classificação por casamento) e a formação de normas sociais.[2] Neste último, estuda a relação da economia com os valores sociais.[3]

Uma distinta suplementares de uso descreve social economia como "uma disciplina que estuda a relação recíproca entre ciência econômica, por um lado, e a filosofia social, a ética e a dignidade humana do outro" para a reconstrução social e de melhoria[4] ou como também enfatizando multidisciplinar métodos de campos como a sociologia, história e ciência política. Em criticar mainstream economics pelo seu suposto defeito filosófica de instalações (por exemplo, a busca do auto-interesse) e a negligência dos disfuncional relações econômicas, tais defensores tendem a classificar social, a economia heterodoxa.[5]

Referências

  1. Davis, John B.; Dolfsma, Wilfred (2008), «Social economics: an introduction and a view of the field», in: Davis, John B.; Dolfsma, Wilfred, The Elgar companion to social economics, ISBN 9781848442771, Cheltenham, UK Northampton, Massachusetts: Edward Elgar, pp. 1-7.  Preview. Description.
       • International Journal of Social Economics. Description.
       • Socio-Economic Review.
  2. • 'Relation of Economics to Social Values' is the corresponding title of JEL: A13 in the Journal of Economic Literature classification codes.
       • Jess Benhabib, Alberto Bisin, and Matthew Jackson, ed., 2011. Handbook of Social Economics, Elsevier:
         Vol. 1A: Part 1. Social Preferences, ch. 1-11; Part 2. Social Actions, ch. 12-17. Description & Contents links and chapter-preview links.
         Vol. 1B: Part 3. Peer and Neighborhood Effects, ch. 18-25. Description & Contents links and chapter-preview links
  3. John Eatwell, Murray Milgate, and Peter Newman, [1987] 1989. Social Economics: The New Palgrave, p. xii. Topic-preview links, pp. v-vi.
  4. Mark A. Lutz, 2009. "Social economics," in Jan Peil and Irene van Staveren, ed., Handbook of Economics and Ethics, p. 516. [Pp. 516-22.] Edward Elgar Publishing.
       • _____, 1999. Economics for the Common Good: Two Centuries of Social Economic Thought in the Humanist Tradition, Routledge. Preview.
  5. • Edward O'Boyle, ed., 1996. Social Economics: Premises, Findings and Policies, pp. ii and ix.
       • Tony Lawson, 2006. "The Nature of Heterodox Economics," Cambridge Journal of Economics, 30(4), pp. 483-505. Alternate access copy (press +).
       • Frederic S. Lee, 2008. "heterodox economics," The New Palgrave Dictionary of Economics, 2nd Ed., v.4, pp. 1–6. Abstract.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Links externos[editar | editar código-fonte]