Sociologia rural

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Sociologia rural é um ramo da sociologia associado ao estudo da vida social em áreas não metropolitanas. Mais especificamente, a sociologia rural é o estudo científico da organização social e das relações entre pessoas distanciadas de grandes localidades ou de centros de actividade económica. Como disciplina sociológica, a sociologia rural envolve a análise de dados estatísticos, entrevistas, teoria social, observação, e outras técnicas.[1][2]

Ao contrário da sociologia rural, a sociologia urbana é o estudo da vida social urbana. O agronegócio é um dos temas de estudo mais actuais da sociologia rural, e muito de seu campo é dedicado à economia da agricultura local e ao impacto das grandes empresas de produção de alimentos nas comunidades rurais. Outras áreas de estudo incluem a migração rural e outros padrões demográficos, a sociologia ambiental, os cuidados com a saúde rural e a educação, etc. E seu estudo é importante porque a maioria dos países em desenvolvimento é composto de áreas metropolitanas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Lowry Nelson, Rural Sociology: Its Origins and Growth in the United States (1969)
  2. Edmund deS. Brunner, The Growth of a Science: A Half-Century of Rural Sociological Research in the United States (1957)
Ícone de esboço Este artigo sobre sociologia ou um sociólogo é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.