Sofoklís Venizélos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sofoklís Venizélos
Sofoklís Venizélos
Primeiro-ministro da Grécia Grécia
Período 1º - 13 de abril de 1944
26 de abril de 1944

2º - 23 de março de 1950
15 de abril de 1950
3º - 21 de agosto de 1950
1 de novembro de 1951

Dados pessoais
Nascimento 3 de novembro de 1894
Chania, Creta otomana
Morte 7 de fevereiro de 1964 (69 anos)
Mar Egeu
Partido Partido Liberal
linkWP:PPO#Grécia

Sofoklís Venizélos, no alfabeto grego: Σοφοκλής Βενιζέλος, (18941964) foi um político da Grécia. Ocupou o cargo de primeiro-ministro da Grécia.

Segundo filho de Eleftherios Venizelos, Sofoklis serviu com distinção no exército grego durante a Primeira Guerra Mundial e fases iniciais da campanha da Ásia Menor, alcançando o posto de capitão de artilharia. Demitiu-se do exército após ter sido eleito membro do Parlamento pelo Partido Liberal do seu pai nas eleições de 1920. Em 1941, quando a Grécia estava ocupada por tropas alemãs, foi o embaixador nos Estados Unidos, representando o governo grego no exílio baseado no Cairo. Foi ministro deste governo em 1943, e seu primeiro-ministro em 1944.

Com o final da guerra, voltou de novo à Grécia, onde se tornou vice-presidente do partido liberal (liderado por Themistoklis Sofoulis) e ministro do primeiro governo do pós-guerra liderado por Georgios Papandreu. Em 1948 assumiu a liderança do partido e foi ministro numa série de governos liberais de curta duração dirigidos por Papandreou e Nikolaos Plastiras; em dois destes governos foi primeiro-ministro.

Em 1954 a sua longa amizade com Georgios Papandreu deteriorou-se, e Venizelos formou o Partido Democrático Liberal. As diferenças sanaram-se em 1958, e em 1961 funda juntamente com Papandreou o partido União do Centro, que servirá até à sua morte em 1964.

O seu túmulo está ao lado do do seu pai em Creta.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.