Solo: A Star Wars Story

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Solo: A Star Wars Story
Han Solo: Uma História de Star Wars (PT)
Han Solo: Uma História Star Wars (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
2018 •  cor •  135 min 
Direção Ron Howard[nota 1]
Produção Kathleen Kennedy
Allison Shearmur
Simon Emanuel
Coprodução Will Allegra
Kiri Hart
Susan Towner
Produção executiva Lawrence Kasdan
Jason D. McGatlin
Roteiro Lawrence Kasdan
Jon Kasdan
Baseado em Personagens
de George Lucas
Elenco Alden Ehrenreich
Woody Harrelson
Emilia Clarke
Donald Glover
Thandie Newton
Phoebe Waller-Bridge
Joonas Suotamo
Paul Bettany[nota 2]
Gênero Aventura
Ficção científica
Space opera
Música John Powell
John Williams
(tema Han Solo e trilha sonora Star Wars)
Direção de fotografia Alex Baily
Oliver Carroll
Peter Dorme
Ashley Lamont
Andrew Palmer
Oliver Roberts
Stephen Swain
Tom Weaving
Tom Whitehead
Efeitos especiais Industrial Light & Magic
Figurino David Crossman
Glyn Dillon
Cinematografia Bradford Young
Edição Pietro Scalia[nota 3]
Companhia(s) produtora(s) Lucasfilm Ltd.
Distribuição Walt Disney Studios Motion Pictures
Lançamento Estados Unidos 10 de maio de 2018
(Los Angeles)
França 15 de maio de 2018
(Festival de Cannes)
Brasil Portugal 24 de maio de 2018
Estados Unidos 25 de maio de 2018
Idioma Inglês
Orçamento US$ 275 milhões[8]
Receita US$ 392.953.681[9]
Cronologia
Star Wars: Episode III - Revenge of the Sith
(2005)
Rogue One: A Star Wars Story
(2016)
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Solo: A Star Wars Story ou simplesmente Solo (no Brasil, Han Solo: Uma História Star Wars;[10] em Portugal, Han Solo: Uma História de Star Wars[11]) é uma space opera estadunidense de 2018, centrada em Han Solo, personagem da saga Star Wars, produzido pela Lucasfilm Ltd. e distribuído pela Walt Disney Studios Motion Pictures, sendo o segundo título na série de antologias do universo Star Wars após Rogue One: A Star Wars Story, de 2016. Dirigido por Ron Howard e escrito por Lawrence Kasdan e Jon Kasdan, é estrelado por Alden Ehrenreich como Solo, ao lado de Woody Harrelson, Emilia Clarke, Donald Glover, Thandie Newton, Phoebe Waller-Ponte e Joonas Suotamo. O filme se passa dez anos antes dos acontecimentos em Star Wars e explora as primeiras aventuras de Han Solo e Chewbacca, incluindo o personagem Lando Calrissian.

Com o título de produção Star Wars: Red Cup,[12] as filmagens ocorreram entre janeiro e outubro de 2017,[12] com a filmagem principal iniciada em 20 de fevereiro sob a direção de Phil Lord e Christopher Miller no Pinewood Studios.[13] Em 20 de junho de 2017, após quatro meses e meio de filmagens e faltando poucas semanas para o término, a dupla foi demitida pela Lucasfilm por conta de "diferenças criativas".[1][3][4] Foi relatado que Lord e Miller estavam saindo do roteiro escrito por Lawrence Kasdan, co-roteirista de O Império Contra-Ataca, Return of the Jedi e O Despertar da Força, direcionando uma space opera para uma produção de comédia, estilo que foi contestado pela produtora Kathleen Kennedy, presidente da Lucasfilm e gerente de marca da franquia Star Wars. Lord e Miller acreditavam que haviam sido contratados para fazer um filme de comédia, enquanto o estúdio contratara ambos apenas para adicionar "um toque cômico". A Lucasfilm também sentiu que os diretores estavam encorajando a improvisação dos atores, o que se acreditava estar "mudando o foco da história" do texto de Kasdan.[14] Os problemas nos bastidores da produção se agravaram um mês antes da demissão. Insatisfeita com o desempenho de Alden Ehrenreich, a Lucasfilm contratou um treinador de atuação, a roteirista e diretora Maggie Kiley. Segundo Ehrenreich, a contratação de Kiley não era na proporção relatada pela imprensa, alegando que "ela fez parte de conversas que aconteceram por algumas semanas... Basicamente isso".[15] Além do fator envolvendo a estrela principal do título, o editor Chris Dickens foi substituído por Pietro Scalia, evidenciando os conflitos entre Kennedy e Kasdan com Phil Lord e Christopher Miller.[7] Ron Howard foi anunciado como o novo diretor de Solo dois dias após o anúncio do desligamento de Lord e Miller. Howard acabou assumindo três semanas e meia restantes de filmagens programadas e mais cinco semanas de refilmagens, fato que elevou substancialmente os custos de produção.[2][8]

A pré-estreia de Solo: A Star Wars Story ocorreu no dia 10 de maio de 2018 em Los Angeles, além de uma exibição em 15 de maio no Festival de Cannes.[16] Foi lançado no Brasil e em Portugal no dia 24 de maio de 2018.[17][18] Estreou nos Estados Unidos em 25 de maio de 2018 nos formatos convencional, 3D, RealD 3D e IMAX 3D. Recebeu críticas geralmente favoráveis, destacando-se as performances do elenco, em especial Ehrenreich e Glover, os efeitos visuais e as sequências de ação, enquanto o primeiro ato foi recebido de forma negativa por sua lentidão. O consenso é que o filme "não acrescenta nenhuma surpresa ou novidade ao universo Star Wars", mas que "Solo não é o desastre que sua história de produção pode sugerir". O personagem de Ehrenreich também é descrito como "irresistível e carismático", destacando que o ator fez um ótimo Han Solo, mas não podendo ser confundido com Harrison Ford.[19][20][21] Com um orçamento estimado em US$ 275 milhões,[8] é o sexto filme mais caro da história do cinema após Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides, Avengers: Age of Ultron, Avengers: Infinity War, Pirates of the Caribbean: At World's End e Justice League.[22][23][24][25] Arrecadou mais de US$ 392 milhões mundialmente,[9] sendo a menor bilheteria doméstica, Estados Unidos e Canadá, e a mais baixa em todo o mundo da série de filmes Star Wars,[26] enquanto é o mais caro da franquia já produzido, superando os US$ 258,6 milhões de Star Wars: O Despertar da Força, de 2015.[23][27] É a sexta maior arrecadação de 2018 no mercado doméstico com US$ 213,8 milhões.[28] Considerado uma box office bomb, Solo possui perdas estimadas entre US$ 60 e US$ 90 milhões para a Disney.[29][30][31]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Definido como uma space opera,[32] o filme é centrado em um jovem Han Solo, o ladrão contrabandista que, mais tarde, encontra Obi-Wan Kenobi e Luke Skywalker na Mos Eisley Cantina em Star Wars (1977), e suas aventuras com seu parceiro Chewbacca, incluindo seu encontro com Lando Calrissian.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Além disso, Erin Kellyman aparece como Enfys Nest, a líder de uma gangue de piratas chamada Cloud Riders. Jon Favreau dá voz à Rio Durant, um membro alienígena da gangue de Beckett, e Linda Hunt dá voz à Lady Proxima, uma serpente alienígena líder da gangue da qual Solo e Qi'Ra pertenciam na adolescência. Ian Kenny interpreta Rebolt, enquanto Clint Howart interpreta Ralakii. Anthony Daniels, que interpreta C-3PO nos outros filmes da saga, faz um cameo como Tak, um amigo de Chewbacca que foi escravizado; Kiran Shah que havia aparecido em O Despertar da Força e em Os Últimos Jedi, interpreta Karjj; Warwick Davis reprisa seu papel de A Ameaça Fantasma como Weasel. Ray Park reprisa seu papel como Maul, com Sam Witwer fazendo sua voz, Witwer já havia dublado o personagem nas animações The Clone Wars e Star Wars Rebels. O roteirista Jon Kasdan e  o assistente do diretor, Toby Hefferman, apareceriam no filme como Tag Greenley e Bink Otauna, respectivamente, dois personagens que apareceram pela primeira vez em quadrinhos baseados na saga, publicado pela Dark Horse Comics, porém, a cena foi deletada no corte final.[34]

Michael K. Williams tinha interpretado originalmente o personagem Dryden Vos, mas não pôde participar das refilmagens sob o comando Ron Howard, contratado pela Lucasfilm após a demissão da dupla Lord e Christopher Miller.[7] As novas filmagens esbarraram no cronograma da agenda do ator, que estava participando das filmagens do drama biográfico The Red Sea Diving Resort. Williams estaria disponível novamente em novembro de 2017, mas o estúdio queria que o lançamento fosse em maio de 2018 e pretendia adiantar o máximo possível a produção.[6] Paul Bettany foi escalado em seu lugar, onde o personagem foi reformulado a partir da captura de movimento (descrito por Williams como um meio-puma e meio-humano[35]) para uma forma de vida alienígena quase humana com cicatrizes.[36]

Produção[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Em fevereiro de 2013, o CEO da DisneyBob Iger, confirmou o desenvolvimento de duas antologias do universo de Star Warscada um individualmente escrito por Lawrence Kasdan e Simon Kinberg.[37] Pouco depois, foi relatado que a Disney estava trabalhando em dois filmes com Han Solo e Boba Fett, respectivamente.[38] Jay Rasulo descreveu os filmes como autônomos e histórias de origem.[39] Kathleen Kennedy explicou que essas antologias não irão se relacionar diretamente com os filmes da série principal: "George [Lucas] foi tão claro como isso funciona. O cânone que ele criou foi o Star Wars. Agora, o Episódio VII cai dentro do cânone. Os spin-off's [...] existem dentro de um vasto universo que ele criou. Não há nenhuma tentativa de fazer com que os personagens dessas antologias entrem em contato com a série principal. Do ponto de vista criativo, é uma regra que George fez muito claro".[40] Em abril de 2015, a Lucasfilm e Kennedy anunciaram que os filmes autônomos devem formar a série de Star Wars Antologias.[41]

Em julho de 2015, a Lucasfilm anunciou que uma antologia, concentrando-se "em como o jovem Han Solo se tornou o traficante, ladrão e safado que Luke Skywalker e Obi-Wan Kenobi encontraram pela primeira vez na cantina em Mos Eisley",[42] seria lançado em 25 de Maio de 2018. O projeto seria dirigido por Phil Lord e Christopher Miller a partir de um roteiro escrito por Lawrence Kasdan e Jon Kasdan. Kennedy iria servir como produtora do filme, com Lawrence Kasdan e Jason McGatlin produtores executivos;[43] Allison Shearmur e Simão Emanuel também produziriam. O Han Solo projeto foi separado de um filme que foi originalmente desenvolvido por Josh Trank, que foi adiado para uma data não confirmada.[44] O amigo de Solo, o Wookiee, Chewbacca, também aparecem no filme.[45][46] Em maio de 2016, Lawrence Kasdan afirmou que as filmagens começariam em janeiro de 2017.[47]

Em 17 de outubro de 2017, o diretor Ron Howard confirmou o fim das filmagens, e anunciou oficialmente que o título seria Solo: A Star Wars Story.[48]

Após as mudanças na produção, o término da filmagem principal e o início das refilmagens, o custo de produção acabou se elevando substancialmente.[2] Com um orçamento estimado em US$ 275 milhões,[8] é o sexto filme mais caro da história do cinema após Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides, Avengers: Age of Ultron, Avengers: Infinity War, Pirates of the Caribbean: At World's End e Justice League.[22][23][24][25]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Em julho de 2017, John Powell foi anunciado como o compositor da trilha sonora de Solo: A Star Wars Story.[49] Compositor de longa data dos filmes da franquia Star Wars, John Williams compôs e conduziu o tema Han Solo, "The Adventures of Han", para o filme.[50] Powell intercalou o novo tema composto por Williams em sua trilha sonora, além de incorporar composições de Williams de produções anteriores da saga, incluindo o tema principal de Star Wars e trechos escutados em Uma Nova Esperança, O Império Contra-Ataca e A Ameaça Fantasma.[51]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

A pré-estreia de Solo: A Star Wars Story ocorreu no dia 10 de maio de 2018 em Los Angeles, além de uma exibição em 15 de maio no Festival de Cannes.[16] Foi lançado no Brasil e em Portugal no dia 24 de maio de 2018.[17][18] Estreou nos Estados Unidos em 25 de maio de 2018 nos formatos convencional, 3D, RealD 3D e IMAX 3D.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

Até o dia 20 de setembro de 2018, Solo: A Star Wars Story arrecadou US$ 213,8 milhões nos Estados Unidos e Canadá e US$ 179,2 milhões em outros territórios, totalizando US$ 393 milhões.[9]

Estados Unidos e Canadá[editar | editar código-fonte]

Solo: A Star Wars Story arrecadou US$ 213,8 milhões nos Estados Unidos e Canadá, sendo a sexta maior arrecadação de 2018 e a menor bilheteria doméstica da série de filmes Star Wars.[28][26] Com um orçamento estimado em US$ 275 milhões,[8] o filme precisaria arrecadar pelo menos US$ 500 milhões para não dar prejuízo.[52] Com o fraco retorno, a revista Variety afirmou que a Disney "teria um prejuízo de dezenas de milhões" se o projeto não arrecadasse pelo menos US$ 400–450 milhões,[53] enquanto o The Hollywood Reporter estimou que as perdas financeiras para o estúdio poderiam girar em torno de US$ 50–80 milhões.[54]

Muitos analistas em suas resenhas, como para a Deadline, The Atlantic e CNN, interpretaram que a causa dessa queda de bilheteria era devido a uma "fatiga de Star Wars", já que Solo era o quarto filme da série em um período de vinte nove meses, sendo lançado também apenas cinco meses depois de The Last Jedi.[55][56] A bilheteria do filme registrou uma queda de 65% na sua segunda semana, se comparado com a primeira, angariando US$ 29,3 milhões de dólares, a pior performance de um filme da saga Star Wars desde o lançamento da trilogia original.[57]

Pelo mundo[editar | editar código-fonte]

Totalizou US$ 179,2 milhões em outros territórios, sendo a mais baixa bilheteria mundial da franquia na história,[26] enquanto também é o mais caro já produzido até o período do seu lançamento, superando os US$ 258,6 milhões de Star Wars: O Despertar da Força, de 2015.[23][27] Considerado uma box office bomb, Solo possui perdas estimadas entre US$ 60 e US$ 90 milhões para a Disney.[29][30][31]

Crítica[editar | editar código-fonte]

Recebeu críticas geralmente favoráveis, destacando-se as performances do elenco, em especial Ehrenreich e Glover, os efeitos visuais e as sequências de ação, enquanto o primeiro ato foi recebido de forma negativa por sua lentidão. O consenso é que o filme "não acrescenta nenhuma surpresa ou novidade ao universo Star Wars", mas que "Solo não é o desastre que sua história de produção pode sugerir". O personagem de Ehrenreich também é descrito como "irresistível e carismático", destacando que o ator fez um ótimo Han Solo, mas não podendo ser confundido com Harrison Ford.[19][20][21] Possui uma avaliação de 71% no site agregador de críticas Rotten Tomatoes.[58] O consenso da crítica, de acordo com o site, é que o filme "possui falhas, mas oferece uma aventura espacial sólida e divertida; Solo: A Star Wars Story deverá satisfazer novos fãs da saga além dos fãs antigos".[59]

Notas e referências

Notas

  1. Primeiros diretores de Solo: A Star Wars Story, Phil Lord e Christopher Miller foram demitidos pela Lucasfilm após quatro meses e meio de filmagens e faltando poucas semanas para o término.[1] Dois dias depois, Howard assumiu a direção para as três semanas e meia restantes de filmagens programadas e para as cinco semanas de refilmagens.[2][3][4] A dupla optou por receber crédito como produtores executivos do filme.[5]
  2. Originalmente o personagem Dryden Vos foi interpretado por Michael K. Williams durante as filmagens sob a direção de Phil Lord e Christopher Miller. Após a demissão da dupla e a contratação de Ron Howard,[1] Solo passou por refilmagens que duraram cinco semanas. O cronograma impossibilitou o retorno de Willimas por conta do conflito da agenda do mesmo, que estava participando das filmagens do drama biográfico The Red Sea Diving Resort. O ator estaria disponível novamente somente em novembro de 2017, indo contra a vontade da Lucasfilm, que pretendia adiantar o quanto antes a produção e estrear o filme em maio de 2018.[6]
  3. Primeiro editor de Solo: A Star Wars Story, Chris Dickens foi substituído por Scalia após conflitos entre a presidente da Lucasfilm, Kathleen Kennedy, e o roteirista Lawrence Kasdan com os diretores Phil Lord e Christopher Miller durante a filmagem principal em maio de 2017.[7]

Referências

  1. a b c «'Star Wars': Han Solo Film Loses Directors» (em inglês). The Hollywood Reporter. 20 de junho de 2017. Consultado em 18 de junho 2018. 
  2. a b c «Ron Howard Steps in to Direct Han Solo Movie (Exclusive)» (em inglês). The Hollywood Reporter. 22 de junho de 2017. Consultado em 18 de junho 2018. 
  3. a b «A MESSAGE FROM LUCASFILM REGARDING THE UNTITLED HAN SOLO FILM» (em inglês). Star Wars. 20 de junho de 2017. Consultado em 17 de junho 2018. 
  4. a b «'Star Wars' Han Solo Spinoff: Lord & Miller Fired After Clashing With Kathleen Kennedy (EXCLUSIVE)» (em inglês). Variety. 20 de junho de 2017. Consultado em 18 de junho 2018. 
  5. «'Solo: A Star Wars Story': Phil Lord and Chris Miller Reveal Their Credit» (em inglês). Variety. 23 de março de 2018. Consultado em 18 de junho 2018. 
  6. a b «Michael Kenneth Williams' Role Cut From 'Star Wars' Han Solo Movie Amid Reshoots» (em inglês). Deadline. 22 de agosto de 2017. Consultado em 18 de junho 2018. 
  7. a b c «'Star Wars' Firing Reveals a Disturbance in the Franchise» (em inglês). The Hollywood Reporter. 26 de junho de 2017. Consultado em 18 de junho 2018. 
  8. a b c d e «Disney Recoups A Quarter Of $4 Billion Star Wars Purchase Price» (em inglês). Forbes. 4 de junho de 2018. Consultado em 18 de junho 2018. 
  9. a b c «'Solo: A Star Wars Story' Box Office» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 23 de setembro de 2018. 
  10. «HAN SOLO: UMA HISTÓRIA STAR WARS». AdoroCinema. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  11. «Han Solo: Uma História de Star Wars (2018)». filmSPOT. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  12. a b «Han Solo Spinoff Director Starts Movie With Greedo Shoutout» (em inglês). The Hollywood Reporter. 30 de janeiro de 2017. Consultado em 18 de junho 2018. 
  13. «Star Wars Celebration: Han Solo Standalone Directors Phil Lord And Chris Miller Offer An Update (And A Brand New Star)» (em inglês). IndieWire. 17 de julho de 2016. Consultado em 18 de junho 2018. 
  14. «How the Han Solo film broke apart — with Ron Howard picking up the pieces» (em inglês). Entertainment Weekly. 5 de fevereiro de 2018. Consultado em 18 de junho 2018. 
  15. «Alden Ehrenreich Wants to Set the Record Straight About Solo Acting-Coach Rumors» (em inglês). Vanity Fair. 24 de abril de 2018. Consultado em 18 de junho 2018. 
  16. a b «Novo filme de "Star Wars" sobre Han Solo terá estreia no Festival de Cannes». BOL. 6 de abril de 2018. Consultado em 18 de junho 2018. 
  17. a b «'Han Solo', novo filme derivado de 'Star Wars', terá estreia no Festival de Cannes». G1. 6 de abril de 2018. Consultado em 18 de junho 2018. 
  18. a b «ARTE DE HAN SOLO: UMA HISTÓRIA DE STAR WARS REVELA NOVA POSSÍVEL LIGAÇÃO PARA OS DADOS DE HAN». IGN. 11 de abril de 2018. Consultado em 18 de junho 2018. 
  19. a b «SOLO: A STAR WARS STORY IS A 'KICKY, KINETIC HEIST MOVIE' FOR SOME; JUST 'SO-SO' FOR OTHER CRITICS» (em inglês). Syfy. 15 de maio de 2018. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  20. a b «Solo: A Star Wars Story Turns Up Mixed Early Reviews» (em inglês). Comic Book Resources. 15 de maio de 2018. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  21. a b «SOLO IS THE LOWEST RATED LIVE-ACTION STAR WARS MOVIE SINCE THE PREQUELS» (em inglês). Rotten Tomatoes. 24 de maio de 2018. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  22. a b «Fourth Pirates Of The Caribbean Is Most Expensive Movie Ever With Costs Of $410 Million» (em inglês). Forbes. 22 de julho de 2014. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  23. a b c d «2015 Feature Film Study» (PDF) (em inglês). FilmL.A., Inc. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  24. a b «'Avengers: Infinity War' Marches Toward $600M Profit; How The Russo Brothers Mapped Out The Marvel Hit» (em inglês). Deadline Hollywood. 8 de maio de 2018. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  25. a b «The Quest to Save 'Justice League'» (em inglês). The Wall Street Journal. 6 de novembro de 2017. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  26. a b c «Star Wars» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  27. a b «Solo: A Star Wars Story Cost More Than The Force Awakens» (em inglês). Screen Rant. 22 de maio de 2018. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  28. a b «2018 DOMESTIC GROSSES» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 24 de junho de 2018. 
  29. a b «Box Office: 'Solo' Is A 'Star Wars' Disaster From Every Point Of View» (em inglês). Forbes. 12 de junho de 2018. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  30. a b «Solo Is Officially the First Star Wars Movie to Flop» (em inglês). Vanity Fair. 3 de junho de 2018. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  31. a b «Why Did Solo: A Star Wars Story Bomb at the Box Office?» (em inglês). Vulture. 29 de maio de 2018. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  32. Zuckerman, Esther (22 de novembro de 2016). «The Han Solo movie will be more of a space Western, Kathleen Kennedy says». The A.V. Club. Consultado em 15 de fevereiro de 2017.. Cópia arquivada em 1 de julho de 2017 
  33. «Michael K. Williams Has a Story You Need to Read to Believe». Vanity Fair 
  34. «'Star Wars': Ron Howard Teases Fan Favorite Characters For Han Solo Spinoff». Deadline Hollywood 
  35. «MICHAEL K. WILLIAMS' "HALF-MOUNTAIN LION" SOLO CHARACTER YOU WON'T GET TO SEE» (em inglês). Nerdist. 8 de março de 2018. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  36. «UPDATE: The Han Solo Spin-Off Adds Paul Bettany to Replace Michael K. Williams» (em inglês). Slash Film. 1 de setembro de 2017. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  37. «Disney Earnings Beat; 'Star Wars' Spinoffs Planned» 
  38. «'Star Wars' spin-offs: A young Han Solo movie, and a Boba Fett film – Exclusive». Entertainment Weekly 
  39. «'Star Wars': The 'Sky's the Limit' for Disney's Spinoff Opportunities». Variety 
  40. «'Star Wars' Spin-Offs Will Not Crossover with the New Trilogy» 
  41. «Rogue on details revelead» 
  42. «Watch: 32-Minute Talk With J.J. Abrams And Lawrence Kasdan About 'Star Wars: The Force Awakens' And More» 
  43. «Christopher Miller and Phil Lord to helm Han Solo Anthology Film» 
  44. «'Star Wars' Han Solo Spinoff In the Works With 'Lego Movie' Directors (Exclusive)». The Hollywood Reporter 
  45. «Chewbacca to Appear in New Han Solo Movie, Confirms Disney's Bob Iger» 
  46. «Alden Ehrenreich Teases Han Solo Spinoff, Younger Chewbacca». Variety 
  47. «Lawrence Kasdan Talks Han Solo Start Date, Star Wars Saga Involvement». ComingSoon.net 
  48. «The Han Solo movie has a title — Solo» (em inglês). Entertainment Weekly. 17 de outubro de 2017. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  49. «John Powell to Score Untitled Han Solo Movie». StarWars.com 
  50. «'Solo' Locks in Key 'Star Wars' Veteran (EXCLUSIVE)» (em inglês). Variety. 30 de dezembro de 2017. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  51. «'Solo' Composer John Powell Reveals His Process for Tackling a 'Star Wars' Movie» (em inglês). Variety. 24 de agosto de 2018. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  52. Agar, Chris (22 de maio de 2018). «Solo: A Star Wars Story Cost More Than The Force Awakens». ScreenRant. Consultado em 10 de junho de 2018. 
  53. Brent Lang and Rebecca Rubin (30 de maio de 2018). «'Solo': How Big a Box Office Dud Is the 'Star Wars' Spinoff?». Variety. Consultado em 3 de junho de 2018. 
  54. Pamela McClintock (4 de junho de 2018). «'Solo' Will Lose $50M-Plus in First Defeat for Disney's 'Star Wars' Empire». The Hollywood Reporter. Consultado em 10 de junho de 2018. 
  55. Disis, Jill (31 de maio de 2018). «"Solo" had a rough start. This weekend is make or break». CNN Money. Consultado em 1 de junho de 2018. 
  56. Sims, David (29 de maio de 2018). «With Solo, Has Star Wars Fatigue Set In?». The Atlantic. Consultado em 1 de junho de 2018. 
  57. D'Alessandro, Anthony (3 de junho de 2018). «'Solo' Hits Asteroid With $29M-$30M; 'Action Point' Condemned To $2M+: Post-Memorial Day Blues At The B.O.». Deadline Hollywood. Penske Business Media. Consultado em 10 de junho de 2018. 
  58. «SOLO: A STAR WARS STORY (2018)». Rotten Tomatoes. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  59. «Solo: A Star Wars Story Reviews». Metacritic. CBS Interactive. Consultado em 25 de maio de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]