Solomon Cutner

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Solomon Cutner (Londres, 6 de agosto de 1902 - Londres, 22 de fevereiro de 1988) foi um pianista inglês, muito conhecido no meio musical pelo seu nome próprio Solomon.[1]

Solomon Cutner deu o seu primeiro concerto em 1912, aos dez anos. Estudou com Mathilde Verne, que tinha sido aluna de Clara Schumann. Começou a gravar em 1929, dando provas de grande virtuosismo, de um grande respeito pela partitura e com grande profundidade de interpretação.

Deu numerosos concertos, sobretudo durante e após a Segunda Guerra Mundial, em especial nos Estados Unidos e Austrália. Particularmente conhecido pelas suas interpretações de Beethoven, estava quase a concluir o registo integral das suas sonatas para a EMI Classics quando, em 1956, foi vítima de um ataque que o paralisou quase totalmente para o resto da vida. As suas gravações de Mozart, Schumann, Chopin e Brahms são referenciais. Faleceu em 1988, aos 85 anos.[2]

Referências

  1. Bryan Crimp (2008). Solo: The Biography of Solomon. [S.l.]: Travis and Emery. ISBN 978-1904331360 
  2. «Solomon, British Pianist, 85, Dies». New York Times. 1 de março de 1988. Consultado em 9 de agosto de 2008