Son of the Mask

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Son of The Mask
A Máscara 2 - A Nova Geração[1] (PRT)
O Filho do Máskara[2] (BRA)
 Estados Unidos
 Alemanha

2005 •  cor •  94 min 
Direção Lawrence Guterman
Produção Erica Huggins
Scott Kroopf
Roteiro Lance Khazei
Elenco Jamie Kennedy
Alan Cumming
Traylor Howard
Kal Penn
Steven Wright
Bob Hoskins
Ben Stein
Género Fantasia, Comédia, Aventura
Música Randy Edelman
Cinematografia Greg Gardiner
Edição Malcolm Campbell
John Coniglio
Debra Neil Fisher
Companhia(s) produtora(s) Radar Pictures
Dark Horse Entertainment
Distribuição New Line Cinema
Lançamento Reino Unido 11 de fevereiro de 2005
Estados Unidos 18 de fevereiro de 2005
Brasil 15 de abril de 2005[2]
Idioma inglês
Cronologia
The Mask (1994)

Son of the Mask é um filme estadunidense de fantasia e comédia familiar de 2005 baseado nas histórias em quadrinhos publicada pela Dark Horse Comics do personagem The Mask, dirigido por Lawrence Guterman, estrelado por Jamie Kennedy como Tim Avery, um aspirante a cartunista de Fringe City, que acabou de ter seu primeiro filho que nasceu com os poderes da Máscara. O Filme é a sequência de The Mask (1994), apesar de seguir rumos diferentes, sugerindo que não seja uma sequência direta, mas um spin-off. O filme teve um orçamento de US $ 84 milhões e 57,6 milhões dólares de bilheteria mundial bruto.

Também é estrelado por Alan Cumming como o deus do mal, Loki, Odin ordena ele para encontrar a máscara. É as co-estrelas são Traylor Howard, Kal Penn, Steven Wright, e Bob Hoskins como Odin. Ben Stein faz um reaparecimento rápido como o Dr. Arthur Neuman ele restabelece a relação com a máscara e Loki. O filme foi amplamente criticado pelos críticos. Ele ganhou o Prêmio Framboesa de Ouro de Pior Remake ou Sequência.

Ao contrário do primeiro filme que era mais orientado para adultos, este é um filme de família com um tom muito mais leve e cômico sendo que o primeiro tinha um tom mais escuro.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Esta secção contém revelações sobre o enredo.

Já se passaram 11 anos desde que Stanley Ipkiss, um cidadão franzino e sem sorte, foi perseguido pela polícia de Edge City, após encontrar uma estranha máscara que lhe deu poderes especiais, fazendo de Ipkiss um homem de cabeça verde e enloquecido, sendo conhecido por toda a cidade como "O Máskara". O rapaz conseguiu se livrar da máscara após derrotar um temido gângster. Onze anos depois, a peça acaba sendo encontrada por um cachorro pertencente a família Avery em uma cidade do interior, que fica há dez quilômetros de Edge City.

O poderoso Odin, pai do imaturo Loki (Alan Cumming), "o criador da máscara", ordena que o filho vá para a Terra e recupere a máscara de volta, uma vez que uma criança havia sido concebido enquanto um homem estava usando-a.

Tim Avery (Jamie Kennedy) é um cartunista que vive muito preocupado com seu filho, o bebê Alvey, pois o mesmo de alguma forma possui os mesmos poderes do Deus Loki. O garoto conseguiu os poderes de Loki graças à máscara viquingue do deus escandinavo, e quando Ottis, o cão da família, descobre isto, planeja usar a máscara em seu próprio rosto, para se vingar do bebê - que recebe mais atenção do que ele em casa. Porém, o Deus Loki, dono do objeto, está disposto a pegá-lo de volta.

Stanley ipkiss - vivido por Jim Carrey, no primeiro filme - havia atirado a máscara no rio, no final de O Máskara (1994). O seu cachorro Milo pega ela de volta, mostrando que teria uma continuação(o que é sugerido na série animada, já que os fatos ocorridos na série tem obviamente seu lugar após os fatos do filme), mas o filme segue rumos diferentes, como se a máscara tivesse de fato sido levada pelo rio sem que alguém a pegasse de volta.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Jamie Kennedy como Timothy "Tim" Avery / O Máskara: Um cartunista de talento, mas que está a espera de uma oportunidade na empresa de animação em que trabalha, a AnimaMundi. Ele vive com sua bela esposa Tonya e seu cão Otis em uma bela casa colorida, em Fringe City, que fica há dez quilômetros de Edge City (descrita nesse filme como "A Cidade do Fim do Mundo"). Azarado e sempre preocupado e nervoso, Tim está relutante com a idéia de se tornar pai. Seu nome Tim Avery é uma homenagem ao famoso cartunista Tex Avery. Quando põe a máscara, Tim ganha uma cara verde, cabelo laranja de plástico, uma voz mais grossa, culta e masculina, um queixo estreito, e um macacão ou smoking branco (entre outras várias roupas). Ele só usa a máscara duas vezes durante o filme.
  • Alan Cumming como Loki: O principal antagonista do filme, apesar das muitas trapalhadas e erros que comete. Um fracassado e imaturo, mas poderoso, deus nórdico da escuridão e do mal, conhecido também como o 'Deus da Travessura' e 'O Trapaceiro'. Depois de ser condenado por seu pai Odin (com quem não tem um bom relacionamento) a ir a Terra para encontrar a máscara que criou, Loki faz de tudo para conseguir seu objetivo. Em um certo ponto, ele acaba perdendo seus poderes, mas depois recebe-os de volta. No Brasil, foi dublado pelo cantor Supla.[3]
  • Os gêmeos Ryan e Liam Falconer como Alvey Avery: O bebê de Tim e Tonya e personagem-título do filme. Como Tim estava usando a máscara quando passou uma noite com sua esposa, Alvey acabou nascendo com os poderes do mítico objeto. Ele, no entanto, só demonstra seus poderes e habilidades quando está com o pai; o que faz Tim ficar cada vez mais louco. Ele e o cão Otis são inimigos declarados na disputa para chamar a atenção de Tim (pelo menos até o final do filme). O bebê também se torna alvo de cobiça por parte de Loki, que é derrotado várias vezes pelo pequeno. Entre as principais habilidades de Alvey mostradas, estão: girar rapidamente, voar, falar Mamãe, com uma voz grossa, cantar Hello! Ma Baby como o Michigan J. Frog e, assumir a forma de qualquer coisa (até mesmo de personagens de desenhos animados como Pica-Pau e Bambam Rubble).
  • Traylor Howard como Tonya Avery: a atenciosa e bela esposa de Tim Avery e mãe carinhosa de Alvey. Precisando fazer uma viagem a trabalho para Nova York e ficar lá por uma semana, ela deixa o filho aos cuidados de Tim, sem imaginar o caos e as consequências.
  • Kal Penn como Jorge: O melhor amigo de Tim na AnimaMundi. Ele trabalha no mesmo andar de Tim e também deseja se tornar um bom animador. Ele é extremamente tímido em torno de uma mulher chamada Sylvia.
  • Steven Wright como Daniel Moss: O chefe da empresa de animação AnimaMundi, onde Tim trabalha.
  • Bob Hoskins como Odin: O rei da mitologia nórdica e pai de Loki. Autoritário e rabugento, briga sempre com o filho, e o manda a Terra para encontrar a máscara, que já causou muitos prejuízos desde a sua criação.
  • Ben Stein como o Dr. Arthur Neuman: Um médico que apareceu pela primeira vez no primeiro filme The Mask ajudando Stanley Ipkiss (Jim Carrey) descobrir as origens da máscara. E agora aparece como o diretor do Museu invadido por Loki no início do filme.
  • Magda Szubanski como Betty, vizinha dos Avery que têm 10 filhos e que ajuda Tim a cuidar de Alvey na ausência de Tonya, mas não acredita nos 'poderes da criança'.
  • Ryan Johnson como Chad, rival de Tim na AnimaMundi.
  • Victoria Thaine como Sylvia, interesse amoroso de Jorge.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia tem o portal:

Referências

  1. A Máscara 2 - A Nova Geração (em português) no CineCartaz (Portugal)
  2. a b NEVES, Cássio Gomes (15 de abril de 2005). «'O Filho do Máskara' é opção para as crianças». Brasil: Diário do Grande ABC. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  3. «Supla dubla O Filho do Máskara» 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.