Sorâni

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Curdo central (سۆرانی)
Outros nomes: Sorâni
Falado em: Iraque, Irão
Região: Curdistão
Total de falantes: 10 000 000
Família: Indo-europeia
 Indo-iraniana
  Iraniana
   Ocidental
    Noroeste
     Curdo
      Curdo central
Escrita: Persa (sorani)
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---
ISO 639-3: ckb

O sorâni (em curdo: soranî) ou curdo central é um dialeto da língua curda falado em regiões do Curdistão iraquiano e no noroeste do Irã[1] por cerca de 10 milhões de pessoas.

No Iraque, é falado principalmente nas províncias de Erbil e Suleimânia. Ele é escrito em uma variação do alfabeto persa e árabe, embora sinalizações em alfabeto latino também sejam comuns nas cidades.

Com o desenvolvimento dos meios de comunicação na região curda do Iraque, hoje quase toda a população do Curdistão é capaz de entender ou falar o dialeto sorâni, assim como o curmânji[2].

História[editar | editar código-fonte]

O termo Sorâni surgiu com o Emirado de Soran, que existiu durante a Idade Moderna como vassalo do Império Otomano. Assim, passou a ser usado para referir-se ao dialeto curdo central, após a adaptação do alfabeto persa para sua escrita, nos anos de 1920[3].

Referências

  1. IRANICA: La lingua curda, all’origine di un popolo (em italiano) East Jounal. Pesquisa em 30/03/17
  2. The kurdish language (em inglês) KRG. Pesquisa em 01/05/17
  3. Blau, Joyce (2000). Méthode de Kurde: Soriani. [S.l.]: Editions L'Harmattan. ISBN 978-2-296-41404-4 , página 20
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.