Sou Benfica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Sou Benfica
EP de UHF
Lançamento Portugal Portugal
18 de agosto de 1999
Gênero(s) Rock
Duração 16:11
Idioma(s) Português
Formato(s) EP
Editora(s) AM.RA Discos
Produção António Manuel Ribeiro
Cronologia de UHF
Eternamente
(1999)
À Beira do Tejo
(2001)

Sou Benfica é um extended play (EP) de inéditos da banda portuguesa de rock UHF. Editado em 18 de agosto de 1999 pela AM.RA Discos.[carece de fontes?]

A canção "Sou Benfica" foi uma prenda que António Manuel Ribeiro quis dar ao pai no seu último ano de vida.[1][2] Tornou-se o novo hino da modernidade do clube da Luz.[3] Uma canção positiva, que não hostiliza os opositores nem promove a guerra no futebol.[4] A canção "Águias de Fogo", recorda os nomes e os lances de alguns dos jogadores notáveis que encheram de movimento e alegria os relvados com a camisola do Benfica.[5]

Trata-se do primeiro trabalho da banda dedicado ao Sport Lisboa e Benfica. Os textos das canções de António Manuel Ribeiro propõem a exaltação do melhor que o futebol nos pode dar: alegria, amizade, cumplicidade, celebração e ambiente familiar; Para o mentor da banda: "Por que o futebol não é um combate primário entre a vida e a morte, apesar das ameaças".[6]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

O extended play (EP) é composto por duas faixas em versão padrão e por três versões desses temas. António Manuel Ribeiro é compositor em todas elas.

EP
N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Sou Benfica"  António M. Ribeiro 3:06
2. "Águias de Fogo"  António M. Ribeiro 3:54
3. "Sou Benfica" (versão estádio)António M. Ribeiro 3:06
4. "Sou Benfica" (instrumental)António M. Ribeiro 3:06
5. "Águias de Fogo" (instrumental)António M. Ribeiro 3:39
Duração total:
16:11
Melodia associada à dinâmica dos jogadores. Recorda os mágicos que embelezaram os relvados com a camisola do Benfica.[5]

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

Membros da banda[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «UHF». Jornal Público. 11 de abril de 2009. Consultado em 26 de março de 2015 
  2. Cláudia Monteiro, Daniel Pereira, Micaela Jorge (25 de novembro de 2007). «António Manuel Ribeiro-vocalista dos UHF». Jornal de Leiria-Akadémicos: 6. Consultado em 25 de março de 2016 
  3. «UHF-Cavalos de Corrida». Eventuais. Consultado em 26 de março de 2015 
  4. Ribeiro, António (2005). Cavalos de Corrida–A Poética dos UHF. Quinta da Graça, Bela Vista, 1950-219 Lisboa: Setecaminhos. p. 189. ISBN 989-602-073-6 
  5. a b Ribeiro, António (2005). Cavalos de Corrida–A Poética dos UHF. Quinta da Graça, Bela Vista, 1950-219 Lisboa: Setecaminhos. p. 190. ISBN 989-602-073-6 
  6. António Manuel Ribeiro (14 de janeiro de 2014). «Entre o ódio e o amor». Setúbal Na Rede: 1. Consultado em 24 de abril de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver Também[editar | editar código-fonte]