Sound of My Voice

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:
Sound of My Voice
País Estados Unidos
Lançamento 2011
Diretor(a) Zal Batmanglij
Gênero thriller

Sound of My Voice (A Seita Misteriosa BRA [1]) é um thriller psicológico americano de 2011, dirigido por Zal Batmanglij e estrelado por Christopher Denham, Nicole Vicius e Brit Marling. O enredo centra-se em dois documentaristas que tentam expor uma seita liderada por uma líder carismática (Marling), que alega ter vindo do futuro. O filme foi escrito por Batmanglij e Marling. Estreou no Festival Sundance de Cinema de 2011. Ele também foi escolhido para encerrar o festival de cinema South by Southwest. O filme foi lançado pela Fox Searchlight Pictures, no dia 27 de abril de 2012.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em Los Angeles, o professor substituto Peter e a aspirante a escritora Lorna são um jovem casal que está realizando um documentário. O tema do documentário é uma seita secreta liderada pela misteriosa Maggie (Brit Marling), a quem eles pretendem expor como uma fraude.

Quando os líderes da seita consideram Peter e Lorna prontos para conhecer Maggie, eles precisam tomar um banho completo e vestir roupas cirúrgicas brancas. Em seguida, eles são conduzidos de olhos vendados a um porão secreto e recebidos por Klaus. Mas antes, precisam mostrar que conhecem o código, um aperto de mão, que eles tinham praticado. Peter e Lorna, em seguida, se juntam aos outros oito membros e conhecem Maggie, que usa um tanque de oxigênio, o que sugere que o banho e as roupas especiais eram necessários, a fim de não agravar a sua doença.

Maggie afirma ser uma viajante do tempo do ano de 2054. Ela descreve um futuro tão cheio de guerra, fome e luta, que a fez viajar a essa época, a fim de selecionar um grupo especial de pessoas para se preparar para o que vem pela frente. Ela lidera o grupo numa série de exercícios psicológicos intensos e os informa a respeito de si mesma e do futuro, mas nunca provando nem refutando suas afirmações. O jeito carismático de Maggie é poderoso, o que faz com que tanto Lorna quanto Peter tenham momentos em que hesitam entre ceticismo e crença. Lorna fica especialmente preocupada quando ela percebe que Peter, que estava inicialmente convencido de que Maggie era uma charlatã, parece estar agora intrigado, até mesmo atraído por Maggie.

Após várias reuniões do grupo, Maggie instrui Peter a trazer a excêntrica de oito anos, Abigail Pritchett, uma de suas alunas. Maggie insiste que Abigail é sua mãe, e que Peter e Lorna serão banidos do grupo se ele não cumprir. Quando Peter admite que está pensando em seguir as ordens de Maggie, Lorna fica indignada e o acusa de estar sendo enganado por Maggie. Após a discussão, Lorna é abordada de forma privada por Carol, uma mulher que se identifica como uma agente do Departamento de Justiça. Carol diz a Lorna que Maggie é procurada por vários delitos. Lorna concorda em ajudar na captura de Maggie, mas precisa ocultar este plano de Peter.

Com a ajuda de Lorna, Peter organiza um encontro em público entre Maggie e sua aluna, no LaBrea Tar Pits, durante uma excursão escolar. Quando Maggie encontra a garotinha, Peter se surpreende ao vê-las realizarem silenciosamente o complexo aperto de mão da seita. Abigail pergunta a Maggie como ela sabia o seu aperto de mão secreto, e Maggie, com reverência, responde: "Você me ensinou". Homens usando uniformes da polícia entram na sala e capturam Maggie. Quando os membros da seita, irritados, acusam Peter de trair Maggie, ele troca um olhar rápido com Lorna, que sorri ligeiramente, mostrando seu papel na captura de Maggie. Então, Abigail pergunta a Peter quem é Maggie, e ele responde, aflito, que não sabe.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Christopher Denham como Peter Aitken
  • Nicole Vicius como Lorna Michaelson
  • Brit Marling como Maggie
  • Avery Pohl como Abigail Pritchett
  • Davenia McFadden como Carol Briggs
  • Kandice Stroh como Joanne
  • Richard Wharton como Klaus
  • Christy Myers como Mel
  • Alvin Lam como Lam
  • Constance Wu como Christine
  • Matthew Carey como Lyle
  • Jacob Price como PJ
  • David Haley como O'Shea
  • James Urbaniak como Sr. Pritchett
  • Kyle Hacker como Lucas

Recepção[editar | editar código-fonte]

Sound of My Voice foi nomeado entre os melhores filmes independentes em festivais de 2011 pelos críticos do IndieWire.

Manohla Dargis escreveu em sua resenha no The New York Times: "Ninguém se desaponta em A Seita misteriosa, um filme inteligente e efetivamente inquietante sobre a necessidade de acreditar e as difíceis e cruéis artes de persuasão. Mas, com o tempo, os homens e mulheres que se reúnem anonimamente numa casa misteriosa num bairro de Los Angeles – onde eles largam sua roupa e limpam seus corpos num ritual – se abrem, pouco a pouco, ferida por ferida, até que eles chorem e riam, com seus sentimentos espalhados por todo o tapete."

Brent Simon, um crítico de cinema, resumiu A Seita Misteriosa, como, "uma coisa delicada, hipnótica, que dança obscuramente ao longo das bordas da psicologia, da religião e da ficção científica, levantando questões sobre fé, identidade, auto-aperfeiçoamento e ligação romântica."

Em setembro de 2012, o filme ganhou o Octopus d'Or, pelo melhor longa-metragem internacional no Festival Europeu de Cinema Fantástico de Estrasburgo.

Em sua lista de destaques cinematográficos de 2012, o crítico de cinema do Variety, Peter Debruge, admitiu ter assistido A Seita Misteriosa quatro vezes, e o chamou de um "engenhoso quebra-cabeças de baixo orçamento".

Continuações planejadas[editar | editar código-fonte]

O filme foi originalmente destinado a ser a primeira parte de uma trilogia.

Ver também[editar | editar código-fonte]

  • The East, um filme americano de 2013 de espionagem corporativa, sobre uma empresa de inteligência privada que tenta derrubar um ativista ambiental radical - que leva seu agente a um profundo estado de ambiguidade moral. O filme também é dirigido por Zal Batmanglij, estrelado por Brit Marling e é também escrito por ambos.

Referências

  1. «A Seita Misteriosa». AdoroCinema. Consultado em 2 de novembro de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]