Soyuz 29

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Soyuz 29
Insígnia da missão
Informações da missão
Sinal de chamada Fóton
Operadora Programa Espacial Soviético
Número de tripulantes 2
Lançamento 15 de Junho de 1978
20:16:45 UTC
Baikonur LC1
Casaquistão
Aterrissagem 3 de Setembro de 1978
11:40:34 UTC

46° Norte, 69° Leste
Duração 79d 15h 23m 49s
Imagem da tripulação
Kovalenok and Ivanchenkov.jpg
Navegação
Soyuz28-patch.png Soyuz 28
Soyuz 30 Soyuz-30 patch.png

Soyuz 29 foi uma missão espacial soviética à estação espacial Salyut 6, realizada entre junho e setembro de 1978.[1][2]

Tripulação[editar | editar código-fonte]

[1][2]

Lançados
Posição Cosmonauta
Comandante União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Vladimir Kovalyonok
Engenheiro de voo União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Aleksandr Ivanchenkov
Aterrissaram
Posição Cosmonauta
Comandante União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Valery Bykovsky
Cosmonauta pesquisador Alemanha Oriental Sigmund Jähn

Parâmetros da Missão[editar | editar código-fonte]

[1][2]

Pontos altos da missão[editar | editar código-fonte]

Cápsula da Soyuz 29, exposta em museu da Alemanha.

O comandante era Vladimir Kovalyonok, e o engenheiro de voo era Aleksandr Ivanchenkov. Vladimir Lyakhov e Valery Ryumin serviram como grupo de apoio. Eles foram o segundo grupo de longa duração da Salyut 6.[1][2]

Com a chegada na Salyut 6, Kovalyonok e Ivanchenkov mudaram os regeneradores de ar e o sistema de regulação térmica, e ativaram o sistema de reciclagem de água para reprocessar a água deixada pelo grupo Tamyrs. Em 19 de Junho a Salyut 6 estava em uma órbita entre 368 km e 338 km. A temperatura a bordo era de cerca de 20 °C, e a pressão do ar era de 750 mmHg (100 kPa). Logo após isto, Kovalyonok e Ivanchenkov realizaram a manutenção na trava de ar da estação, instalaram equipamento que eles trouxeram no módulo orbital da Soyuz 29, e testaram o sistema de orientação Kaskad da estação.[1][2]

A estação operou em modo de gravidade-gradiente estabilizada entre 24 de Junho e 26 de Junho para evitar que os motores do sistema de controle de altitude disparassem, o que poderia causar interferências com um experimento de queima com duração de 3 dias usando o forno Splav-01. O grupo anterior instalou o forno no no compartimento intermediário de modo que ele pudesse operar no vácuo.[1][2]

Durante sua estada na Salyut 6, dois grupos visitantes embarcaram na estação. O segundo grupo substituiu a nave Soyuz, permitindo que o grupo ficasse no espaço mais tempo do que o tempo de vida designado da nave espacial. Eles aterrissaram com a nave Soyuz 31 em 2 de Novembro de 1978.[1][2]

A nave Soyuz 29 aterrissou com o grupo visitante lançado na Soyuz 31: Valery Bykovsky e Sigmund Jähn, o primeiro cosmonauta alemão.[1][2]

A cápsula está a mostra no Deutsches Museum em Munique, Alemanha.[1][2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d e f g h i Mark Wade. «Soyuz 29». Encyclopedia Astronautica. Consultado em 21 de julho de 2019 
  2. a b c d e f g h i Joachim Becker e Heinz Janssen (20 de abril de 2018). «Soyuz 29». SPACEFACTS. Consultado em 21 de julho de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Soyuz 28
Voos tripulados
Sucedido por
Soyuz 30