SpaceX CRS-8

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Primeiro estágio pousa em um plataforma-drone autônoma
CRS-8 Dragon acoplado ao Canadarm da ISS.

SpaceX CRS-8, também conhecido como SPX-8,[1] é uma missão de reabastecimento de carga para a Estação Espacial Internacional que foi lançada às 20:43 (Tempo Universal Coordenado) de 8 de Abril de 2016. Foi o décimo voo de uma nave espacial de carga Dragon e a oitava missão operacional contratada pela NASA para a SpaceX no âmbito do programa Commercial Resupply Services.[2]

A cápsula transportou 3 100 quilogramas de carga para a EEI, incluindo o Bigelow Expandable Activity Module, um protótipo de habitat espacial inflável que vai ser ligado à estação por dois anos durante testes de viabilidade em órbita.[3]

Depois de impulsionar a carga em seu caminho, o primeiro estágio do foguete entrou na atmosfera e pousou verticalmente na plataforma oceânica "Autonomous spaceport drone ship|Of Course I Still Love You]]" 9 minutos após a decolagem. Foi um marco histórico da SpaceX na busca para desenvolver foguetes reutilizáveis.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Hartman, Daniel (Julho de 2014). «Status of the ISS USOS» (PDF). NASA Advisory Council HEOMD Committee. Consultado em 26 de outubro de 2014 
  2. «NASA to Test Bigelow Expandable Module on Space Station». NASA. 15 de janeiro de 2013. Consultado em 15 de janeiro de 2013 
  3. Thomson, Iain (14 de março de 2015). «SpaceX to deliver Bigelow blow-up job to ISS astronauts». The Register. Consultado em 27 de abril de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Conteúdo relacionado com SpaceX CRS-8 no Wikimedia Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço relacionado ao Projeto Astronomia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.