Spider-Man (jogo eletrônico de 2018)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Marvel's Spider-Man
Desenvolvedora(s) Insomniac Games
Publicadora(s) Sony Interactive Entertainment
Diretor(es) Bryan Intihar
Brian Horton
Marcus Smith
Ryan Smith
Projetista(s) Cameron Christian
James Cooper
Mike Daly
Joel Goodsell
Mark Stuart
Escritor(es) Jon Paquette
Benjamin Arfmann
Kelsey Beachum
Christos Gage
Dan Slott
Programador(es) Joel Bartley
Peter Kao
Adam Noonchester
Artista(s) Jacinda Chew
Grant Hollis
Compositor(es) John Paesano
Plataforma(s) PlayStation 4
Data(s) de lançamento 7 de setembro de 2018
Gênero(s) Ação-aventura
Modos de jogo Um jogador

Marvel's Spider-Man é um jogo eletrônico de ação-aventura baseado no super-herói Homem-Aranha da Marvel Comics, desenvolvido pela Insomniac Games e publicado pela Sony Interactive Entertainment para o PlayStation 4. É o primeiro jogo licenciado desenvolvido pela Insomniac. O jogo conta uma nova história sobre o Homem-Aranha que não está ligada a uma história em quadrinhos ou algum filme, e abrange os aspectos de Peter Parker e Homem-Aranha no personagem.[1][2]

O jogo foi lançado mundialmente em 7 de setembro de 2018. Após o lançamento pretendido, no entanto, houve conteúdo extra sendo adicionado ao Spider-Man através do DLC "City That Never Sleeps", incluindo novos personagens do universo do Homem-Aranha e novos trajes desbloqueáveis para o personagem poder utilizar.

Marvel's Spider-Man foi bem recebido pelos críticos, que elogiaram a sua jogabilidade (particularmente a mecânica de combate), gráficos, história, trilha sonora e design de Nova Iorque, enquanto recebia críticas por falta de inovação em seu mundo aberto. Foi saudado por muitos revisores como um dos melhores jogos de super-heróis já feitos.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

O jogo terá lugar em um mundo aberto em Nova Iorque. Os jogadores serão capazes de usar as habilidades bem conhecidos do Homem-Aranha, como atirar teias e escalar paredes, bem como novos elementos de jogabilidade invisíveis nos jogos anteriores do Homem-Aranha.[2] Um dos novos elementos de jogabilidade será a capacidade de atravessar usando parkour. combate ambiental também é destaque no jogo.[2]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Peter Parker (Yuri Lowenthal) tem 23 anos e está fazendo estágio em um laboratório enquanto está prestes a se formar na faculdade.[3] Peter foi Homem-Aranha por oito anos e se instalou em seu papel como protetor de Nova Iorque.[3] No início da história, o Homem-Aranha derrota Wilson Fisk (também conhecido como o Rei do Crime), mas uma nova gangue emerge conhecida como Demônios Internos que agora estão assumindo o território de Fisk.[4] Homem-Aranha, agora tem que entrar em meio a guerra de gangues e também investigar junto a sua pequena equipe( Yuriko Watanabe e Mary Jane) a origem dos homens mascarados com o aterrorizador nome de "Demônios". Até Descobrir um novo super-vilão que ataca nova Iorque com seus planos malignos ocultos. O Senhor Negativo. Além disso, homem aranha também tem que cuidar de seus conflitos em sua vida pessoal de Peter, profissional, circulo de amizades, trabalho, familiar e até amorosa.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Em 2014, Marvel Games se aproximou da Sony Interactive Entertainment, que queria publicar um jogo do Homem-Aranha e tratar o jogo como um primeiro SIE título do partido. O jogo será o primeiro jogo licenciado desenvolvido pela Insomniac Games após 22 anos de desenvolvimento de propriedades intelectuais próprias, como Spyro, Ratchet & Clank e Resistance. Bryan Intihar, produtor de Sunset Overdrive e ex-gerente comunitário da Insomniac Games, é o diretor criativo do projeto. É a primeira vez que Intihar trabalha nesse papel em um jogo. O gerente da comunidade de Insomniac Games confirmou que eles estão usando o mecanismo de jogo modificado de Sunset Overdrive. O jogo apresenta a maior equipe de produção de sempre para um jogo Insomniac.[1]

O anúncio foi realizado durante a conferência de imprensa E3 2016 da Sony em 13 de junho de 2016.[5] O jogo será o primeiro de uma série de jogos feitos pela Insomniac e Sony, e marca o início da nova estratégia da Marvel Games.[6]

Recepção[editar | editar código-fonte]

 Recepção
Resenha crítica
Publicação Nota
Destructoid 9/10[7]
EGM 9.0/10[8]
Game Informer 9.5/10[9]
Game Revolution 4 de 5 estrelas.[10]
GameSpot 9/10[11]
GamesRadar+ 4.5 de 5 estrelas.[12]
IGN 8.7/10[13]
VideoGamer.com 8/10[14]
Pontuação global
Publicação Nota média
Metacritic 87/100[15]

Spider-Man recebeu críticas "geralmente favoráveis" de acordo com o agregador de resenhas Metacritic, com uma pontuação de 87/100 com base em 92 resenhas.[15] O jogo recebeu elogios por sua jogabilidade, gráficos, história e trilha sonora, mas foi criticado pela falta de inovação de seu mundo aberto.[16][17][18] Apesar disso, muitos críticos chamaram o jogo de um dos melhores jogos de super-heróis já feitos.[7][8][12][19][20][21]

Referências

  1. a b Dunning, Jason (14 de junho de 2016). «Spider-Man PS4 Features an Open World, Is Published By Sony». PlayStation Lifestyle. Consultado em 20 de junho de 2016 
  2. a b c Intihar, Bryan (13 de junho de 2016). «Insomniac's New PS4-Exclusive Spider-Man Game Revealed, First Trailer». PlayStation Blog. Consultado em 20 de junho de 2016 
  3. a b Peppiatt, Dom (14 de Junho de 2017). «Insomniac's Spider-Man Will Be Set in an Entirely New Universe, Miles Morales 'More Than a Cameo'». PlayStation Trophies. Consultado em 14 de Junho de 2017 
  4. Intihar, Bryan (12 de Junho de 2017). Spider-Man PS4 Developer Interview (YouTube) (em English). Gameslice. Em cena em 3:25. Consultado em 14 de Junho de 2017. Intihar: This is kinda early on in the game. Spider-Man's already taken down Wilson Fisk who you saw, but a new kind of gang has emerged this Inner Demons... As they are going around, going after different Fisk territory. 
  5. Sanchez, Miranda (13 de Junho de 2016). «E3 2016: Insomniac Announces Spider-Man Game For PS4». IGN. Consultado em 20 de Junho de 2016 
  6. Sinclair, Brendan (15 de Junho de 2016). «Spider-Man leads Marvel's "epic" new console strategy». Gamesindustry. Consultado em 20 de Junho de 2016 
  7. a b Carter, Chris. «Review: Spider-Man». Destructoid. Consultado em 5 de setembro de 2018 
  8. a b Harmon, Josh. «Marvel's Spider-Man review». EGMNOW. Consultado em 5 de setembro de 2018 
  9. Reiner, Andrew (4 de setembro de 2018). «Spider-Man Review - Spinning An Amazing Web». Game Informer. GameStop. Consultado em 4 de setembro de 2018 
  10. Faulkner, Jason (4 de setembro de 2018). «Spider-Man PS4 Review – My Spidey-Senses Are Tingling». Game Revolution. CraveOnline. Consultado em 4 de setembro de 2018 
  11. Tran, Edmond (4 de setembro de 2018). «Spider-Man PS4 Review: Amazing Fantasy». GameSpot. CBS Interactive. Consultado em 4 de setembro de 2018 
  12. a b Hurley, Leon. «MARVEL'S SPIDER-MAN REVIEW: "ABOUT AS GOOD AS SUPERHERO GAMING GETS"». GamesRadar+. Future plc. Consultado em 5 de setembro de 2018 
  13. Dornbush, Jonathon (4 de setembro de 2018). «Spider-Man PS4 Review». IGN. Ziff Davis. Consultado em 4 de setembro 2018 
  14. Ahern, Colm (4 de setembro de 2018). «Spider-Man Review». VideoGamer.com. Consultado em 4 de setembro de 2018 
  15. a b «Marvel's Spider-Man for PlayStation 4 Reviews». Metacritic. CBS Interactive. Consultado em 4 de setembro de 2018 
  16. Knezevic, Kevin. «Marvel's Spider-Man PS4 Review Roundup». GameSpot. Consultado em 4 de setembro de 2018 
  17. Orry, Tom. «Spider Man PS4 Review Roundup - Insomniac Delivers a Critical Hit». US Gamer. Consultado em 4 de setembro de 2018 
  18. Connolly, Denny. «Spider-Man Review Roundup». GameRant. Consultado em 4 de setembro de 2018 
  19. Nelva, Giuseppe. «Marvel's Spider-Man Review — Insomiac Games' Masterpiece Is Amazing». Dualshockers. Consultado em 5 de setembro de 2018 
  20. Minotti, Mike. «Marvel's Spider-Man review — Spidey's best game yet». VentureBeat. Consultado em 5 de setembro de 2018 
  21. Dan, Grayson. «Marvel's Spider-Man Review». Gameplanet. Consultado em 5 de setembro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Sítio oficial