Sport Club Santa Cruz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde agosto de 2015). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Se procura o clube de futebol sergipano, veja Sport Clube Santa Cruz (Estância).
Santa Cruz
SCSantaCruz.png
Nome Sport Club Santa Cruz
Alcunhas Santa
Tricolor do Trairi
Gavião do Trairi
Torcedor/Adepto Santacruzense
Mascote Gavião
Fundação 30 de novembro de 2003 (15 anos)
Estádio Iberezão
Capacidade 7.000
Presidente Brasil Ivanildo Filho
Treinador Wassil Mendes
Patrocinador Rio Grande do NortePrefeitura Municipal de Santa Cruz
Brasil Guaraves Alimentos
Brasil Fisio
China Traxx Motos
Material (d)esportivo Brasil Siker
Competição Rio Grande do Norte Potiguar 2016
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

Sport Club Santa Cruz é um clube brasileiro de futebol, da cidade de Santa Cruz, no estado do Rio Grande do Norte. Foi fundado no dia 30 de novembro de 2003. Suas cores são verde, vermelho e branco. O clube não possui nenhuma ligação com o Santa Cruz de Natal, campeão estadual potiguar em 1943. Seus jogos como mandante são realizados no Estádio Iberezão, e entre suas principais torcidas organizadas, destaca-se a Torcida Uniformizada Santamor, além da Jovem Raça Tricolor.

História[editar | editar código-fonte]

O Começo[editar | editar código-fonte]

Com a inauguração do estádio Iberê Ferreira de Souza (Iberezão), que aconteceu no dia 1º de novembro de 2003, veio a ideia de montar um time profissional de futebol em Santa Cruz, que pudesse representar a cidade nas competições estaduais. A primeira pessoa a alimentar esse sonho foi o funcionário público e desportista João Cavalcanti de Albuquerque Filho(Joãozinho), que compartilhou o seu sonho com o amigo e também desportista Willians Ribeiro, que prontamente se colocou a disposição para seguir em frente com o projeto. Joãozinho conseguiu mobilizar outros desportistas, que até então só tinham tido experiência com o futebol amador(Jackson Jaedyson, Ernesto Luiz e outros), e também assegurou o apoio ao seu projeto da prefeitura municipal da cidade que tinha a frente o então prefeito Luiz Antonio Lourenço de Farias(Tomba), que seria escolhido posteriormente presidente de honra do clube. Depois de toda a mobilização e algumas reuniões não demorou muito para a criação oficialmente do Sport Club Santa Cruz, que aconteceu no dia 30 de novembro de 2003.

As Primeiras Partidas[editar | editar código-fonte]

O primeiro passo, ainda como um time amador, foi observar os campeonatos da região para avaliar os jogadores que poderiam ser aproveitados pelo Santa Cruz. O grupo de jogadores que era comandado por Ernesto Luiz(primeiro técnico), foi se formando e o time realizava suas primeiras partidas amistosas. O primeiro confronto contra um adversário da 1ª divisão do estado aconteceu em janeiro de 2004, num amistoso realizado no estádio Coronel José Bezerra (Currais Novos), contra o Potiguar daquela cidade, o placar terminou em 2 a 1 para os anfitriões.

Profissionalização[editar | editar código-fonte]

Só em abril de 2004 o time amador se transformou em um clube de futebol profissional, cujo primeiro presidente foi João Cavalcanti e o vice Ernesto Luiz, o objetivo era disputar no segundo semestre de 2004, a primeira edição do Campeonato Estadual da 2ª divisão que seria promovida pela Federação Norte-riograndense de Futebol – FNF.

Primeira Conquista[editar | editar código-fonte]

Para a primeira competição que o Santa Cruz disputaria como profissional, o Estadual da 2ª divisão a diretoria do clube trouxe jogadores experientes que foram mesclados com alguns garotos da região; O treinador foi o ex-jogador José Soares, que comandou o time na campanha brilhante em que o Santa Cruz ficou com o título do campeonato e consequentemente o direito de participar no ano seguinte do Campeonato Estadual da 1ª divisão

Naquele momento o Santa Cruz já era conhecido em todo o estado e já tinha uma torcida apaixonada, que nas partidas do Iberezão sempre esteve ao lado do time.

Mascote[editar | editar código-fonte]

A escolha do mascote do Santa Cruz se deu através de um processo democrático, onde os próprios torcedores puderam participar. A diretoria do clube organizou uma eleição de desenhos. O vencedor seria escolhido como mascote, depois de várias etapas venceu o desenho de um Gavião, por isso que o Santa Cruz também é chamado de “Gavião do Trairy”. O gavião (mascote), ave símbolo da região Trairy onde está localizado o município de Santa Cruz.

Cores[editar | editar código-fonte]

O verde, vermelho e branco do Santa Cruz não foram escolhidos aleatoriamente, na verdade são cores predominantes na bandeira da cidade de Santa Cruz. A escolha foi uma forma de homenagear a cidade como também a escolha do nome.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

No dia 10 de janeiro de 2010, o Santa Cruz foi convidado a participar de um amistoso em comemoração aos 20 anos da Associação Cultural Desportiva Potyguar Seridoense, o Potyguar de Currais Novos, no estádio Coronel José Berezza, em Currais Novos. O Potyguar contava com a participação do atacante Túlio Maravilha, ídolo do Botafogo/RJ e com passagens pela seleção brasileira. Com o estádio lotado e em clima de festa, o Santa Cruz não se intimidou e colocou água no chop do anfitrião, derrotando a equipe aniversariante pelo placar de 2x1, com gols de Ângelo e Mauro Carlos, calando o estádio CJB.[1]

Em 2009 o Santa Cruz venceu as 5 primeiras partidas pelo campeonato estadual e igualou-se ao feito do ABC Futebol Clube, com o melhor início de campanha da história do campeonato Norte-riograndense.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estaduais[editar | editar código-fonte]

Grandes Campanhas[editar | editar código-fonte]

Cscr-featured.png Vice-Campeão Invicto

Categoria de base[editar | editar código-fonte]

  • Rio Grande do Norte Vice-campeão do Campeonato Potiguar Sub-19: 2015.
Participação em Competições Nacionais[editar | editar código-fonte]

Desempenho em Competiçoes[editar | editar código-fonte]

Temporadas[editar | editar código-fonte]

Brasil Brasil BandeirasNordesteBrasil.gif Nordeste Rio Grande do Norte Rio Grande do Norte
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Copa do Nordeste Campeonato Potiguar
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Pos. Fase Máxima Div. Pos.
2004 2D
2005 1D
2006 1D
2007 1D 10º
2008 C 46º 7 6 2 1 3 5 8 1D
2009 1D
2010 1D
2011 D 16º 16 10 5 1 4 10 12 1D
2012 1F 50º 1D
2013 1F 63º 1D
2014 1D
2015 1D
Legenda:
     Campeão
     Vice-campeão
     Rebaixamento
     Acesso

Ranking da CBF[editar | editar código-fonte]

Ranking atualizado em dezembro de 2014

  • Posição: 121º
  • Pontuação: 366 pontos[2]

Ranking criado pela Confederação Brasileira de Futebol para pontuar todos os clubes do Brasil.[3]

Ídolos[editar | editar código-fonte]

  • BrasilRodrigão
  • BrasilDidi Potiguar
  • BrasilMaurício Pantera
  • BrasilPacato
  • BrasilIsaías
  • BrasilKel
  • BrasilNildo
  • BrasilFelipe Alves
  • Rafinha
  • Pantera(Zagueiro)
  • Marciano
  • Lano
  • Paulinho Mossoró
  • Quirino
  • Róbson Lima

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.