SpringBoard

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
SpringBoard no iOS 10

SpringBoard é um processo interno do sistema operacional iOS que gerencia a tela inicial e seus aplicativos. É similar ao Finder no macOS e ao Explorer no Microsoft Windows. Executado juntamente com o sistema, é responsável por gerenciar os elementos gráficos que existem na interface do iOS, como:

  • Organização de aplicativos na tela e na dock;
  • Gerenciamento de notificações e widgets;
  • Criação e gerenciamento de pastas;
  • Gerenciamento de aplicativos em segundo plano (Multitasking);
  • Comunicação com os serviços de telefonia do dispositivo (CoreTelephony)

O SpringBoard serve como uma ponte entre a interação do usuário com os outros serviços do sistema, em caso de falha no SpringBoard, a tela do dispositivo escurece e o sistema força o programa a carregar a interface novamente.

História[editar | editar código-fonte]

  • A partir do iOS 1.1.3, passou a ser possível mover ícones na tela e adicionar atalhos de sites da internet na tela inicial, antes disso, para adicionar aplicativos de terceiros era necessário realizar Jailbreak e aplicar uma modificação nos arquivos do SpringBoard.
  • No iOS 2.0, foi introduzida a AppStore, uma loja de aplicativos que permite que dispositivos não desbloqueados pudessem baixar aplicativos legalmente.
  • Junto ao lançamento do 1º iPad,veio o iOS 3.2 que, pela primeira vez, permitia que o usuário adicionasse um papel de parede na tela inicial.
  • No iOS 4 Beta, foi adicionada a possibilidade de criar pastas de aplicativos, permitindo uma melhor organização da tela inicial.
  • No iOS 5 Foi adicionado o sistema de notificações que pode ser acessado deslizando o dedo de cima da tela para baixo.
  • A partir do iOS 6 em diante, algumas funções do SpringBoard foram transferidas para um novo serviço chamado BackBoard, entre as novas funções do BackBoard estão o processamento do toque do usuário na tela.
  • No iOS 7, toda a aparência do SpringBoard foi alterada, ganhando um visual mais moderno voltado para o Minimalismo. além disso, um novo menu chamado Central de Controle foi adicionado para dar acesso rápido ao Wi-Fi, Bluetooth, modo avião etc..
  • No iOS 10, foi adicionada a tela de Widgets, pequenos cartões que fornecem informações rápidas sobre eventos no calendário, previsão do tempo etc..

Personalização[editar | editar código-fonte]

Com o passar das atualizações de sistema, mais possibilidades de personalização foram sendo adicionadas ao iOS, porém, comparando-se a outros sistemas, o nível de modificação é bem limitado, por isso, a única forma de contornar esta situação é realizando um jailbreak, por meio do Cydia. Com isso, é possível instalar diversos temas que modificam completamente a aparência do dispositivo.

Localização[editar | editar código-fonte]

Os arquivos do SpringBoard podem ser encontrados no seguinte diretório:

/System/Library/CoreServices/SpringBoard.app

O arquivo que armazena a configuração da posição dos ícones na tela fica no seguinte diretório:

/Library/SpringBoard/IconState.plist.

O SpringBoard procura por aplicativos instalados nos seguintes diretórios:

/Applications

/var/mobile/Applications

Porém, é necessário usar um dispositivo iOS com jailbreak, pode ser acessado usando um terminal de comandos ou por um explorador de arquivos de terceiros.

Referências[editar | editar código-fonte]

https://www.theiphonewiki.com/wiki//System/Library/CoreServices/SpringBoard.app

https://www.theiphonewiki.com/wiki/Backboardd