Stanford Moore

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Stanford Moore
Nascimento 4 de setembro de 1913
Chicago
Morte 23 de agosto de 1982 (68 anos)
Nova Iorque
Nacionalidade Estadunidense
Alma mater Universidade Vanderbilt, Universidade do Wisconsin-Madison
Prêmios Nobel prize medal.svg Nobel de Química (1972)
Instituições Universidade Rockefeller
Campo(s) Química, Bioquímica analítica

Stanford Moore (Chicago, 4 de setembro de 1913Nova Iorque, 23 de agosto de 1982) foi um químico estadunidense.

Foi agraciado com o Nobel de Química de 1972, juntamente com William Howard Stein, pelo mapeamento da sequência completa da ribonuclease. Mais especificamente "pela sua contribuição para a compreensão da relação entre a estrutura química e a atividade catalítica do sítio ativo da molécula de ribonuclease"[1].

Referências

  1. «Chemistry Laureates: Fields». www.nobelprize.org. Consultado em 9 de agosto de 2018 
  • Marshall, Garland R; Feng Jiawen A, Kuster Daniel J (2008). «Back to the future: Ribonuclease A». Biopolymers. 90 (3): 259–77. PMID 17868092. doi:10.1002/bip.20845 
  • Hirs, C H (1984). «Stanford Moore. Some personal recollections of his life and times». Anal. Biochem. 136 (1): 3–6. PMID 6370037. doi:10.1016/0003-2697(84)90301-4 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Gerhard Herzberg
Nobel de Química
1972
com Christian Boehmer Anfinsen e William Howard Stein
Sucedido por
Ernst Otto Fischer e Geoffrey Wilkinson


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) químico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.