Stardew Valley

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Stardew Valley
Stardew Valley
Desenvolvedora(s) ConcernedApe
Publicadora(s) ConcernedApe
Chucklefish
Designer(s) Eric Barone
Motor XNA
Plataforma(s)
Lançamento
Gênero(s) Simulação, RPG
Modos de jogo Single Player, multiplayer

Stardew Valley é um jogo de videogame, dos gêneros RPG e simulação, desenvolvido por Eric Barone e publicado pela ConcernedApe e pela Chucklefish. O jogo foi lançado para Microsoft Windows em 26 de fevereiro de 2016. Versões para Mac OS X e Linux foram lançadas em 29 de julho de 2016.[1]

Stardew Valley foi fortemente inspirado na série Harvest Moon, com adições pelo criador do jogo, Eric Barone, para resolver algumas das deficiências destes jogos, aproveitando a oportunidade como um exercício para melhorar a sua própria programação e habilidade de design de jogos. Barone desenvolveu o título por conta própria ao longo de quatro anos, e interagiu com frequência com os jogadores que estavam interessados no título para obter feedback. Chucklefish Games abordou Barone, com a oferta para publicar o título a meio-caminho do desenvolvimento, permitindo Barone concentrar-se mais em completar o jogo que ele queria fazer.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Stardew Valley é um jogo de simulação de fazenda primariamente inspirado pela série de videogames Harvest Moon. No começo do jogo, o jogador cria seu personagem, e ele se torna o recebedor de um pedaço de terra e uma pequena casa que uma vez foi de seu avô numa pequena cidade chamada Pelican Town. O jogador pode selecionar um de cinco tipos de fazenda de acordo com sua preferência em estilo de jogo, como uma com mais oportunidades de pilhamento da terra, uma com mais recursos de mineração, e outra com um rio de pesca. O campo da fazenda é inicialmente transbordado de pedras, árvores, troncos, e mato, e o jogador deve trabalhar para limpá-los para recomeçar a fazenda, tendendo a plantações e pecuária para gerar lucros e poder expandir ainda mais as construções e recursos da fazenda.

O jogador pode também interagir com personagens não-jogáveis (NPC) que habitam a cidade, incluindo a possibilidade de entrar em relacionamentos com estes personagens; isto pode levar a um casamento, que leva o NPC a ajudar o jogador a cuidar da fazenda. O jogador também pode fazer pescas, cozinhar, construir objetos, e também explorar cavernas geradas processualmente com materiais e minérios para minerar ou batalhar as criaturas por dentro. O jogador pode aceitar diversas missões para ganhar dinheiro adicional, ou trabalhar em coleções de materiais específicas oferecidas no Centro da Comunidade da cidade para ganhar recompensas adicionais. Todas estas atividades devem ser medidas com a vida atual do personagem, seu nível de exaustão, e o relógio interno do jogo. Se o personagem ficar muito exausto, ele será trazido de volta à sua casa com energia e vida restaurada na manhã do dia seguinte, mas tendo perdido as oportunidades de continuar nas atividades do dia seguinte. Se o personagem perder muita vida, ele perderá maioria de sua energia e uma quantia aleatória de dinheiro e itens. O jogo utiliza um calendário simplificado, cada ano tendo apenas meses de 28 dias que representam cada estação, que determina que plantas podem crescer e que atividades podem ser beneficiais. O personagem é avaliado a partir de seu terceiro ano. Não existe nenhum ponto final ao completar o jogo.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Stardew Valley recebeu avaliações positivas dos críticos de jogos e jornalistas. Jesse Singal escreveu para o Boston Globe que o jogo foi "completamente convincente, amorosamente trabalhado", e proveu ao jogador inúmeras variedades de atividades para fazer, sem cair em um ciclo de atividades repetitivas.[2] Elise Favis da Game Informer descobriu que observar o irmão autista jogar Stardew Valley a ajudou a compreender sua condição de melhor, já que o jogo oferece estrutura suficiente de eventos presentes, com visão suficiente dos eventos futuros para permitir que o seu irmão pudesse desfrutar o jogo.[3]

Nos primeiros dois meses após o seu lançamento, Stardew Valley foi um dos jogos mais bem-vendidos no Steam, vendendo mais de 400.000 cópias no Steam e GOG.com em duas semanas,[4][5][6] e, no início de abril, mais de 1 milhão de cópias haviam sido vendidas.[7][8] Jornalistas observaram que a comunidade de jogos tinha apoiado Barone pelo jogo; embora tenha havido alguns jogadores que tenham obtido o jogo ilegalmente, estes jogadores têm sido impressionados com o jogo e afirmaram planejar comprar o jogo, enquanto os outros jogadores fizeram ofertas de ajudar a pagar por aqueles que não podem arcar com o jogo.[9][10] Stardew Valley também tem visto uma comunidade de modding ativa, com os jogadores a criar funcionalidades adicionais e substituições de texturas para o jogo.[11]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Dev Update #30 | Stardew Valley». stardewvalley.net. 29 de Julho de 2016. Consultado em 3 de outubro de 2017 
  2. Singal, Jesse (17 de março de 2016). «In 'Stardew Valley,' you reap what you sow». Boston Globe. Consultado em 18 de março de 2016 
  3. Favis, Elise (28 de abril de 2016). «Understanding Autism Through Stardew Valley». Game Informer. Consultado em 3 de maio de 2016 
  4. Barrett, Ben. «Stardew Valley, a PC Harvest Moon-like indie game, rockets to the top of Steam top sellers». PC Games N. Consultado em 1 de março de 2016 
  5. Marks, Tom (9 de março de 2016). «Stardew Valley has sold 425,000 copies». PC Gamer. Consultado em 9 de março de 2016 
  6. Dealessandri, Marie (8 de abril de 2016). «How Stardew Valley won Steam». Market for Computer and Video Games. Consultado em 12 de abril de 2016. Arquivado do original em 22 de abril de 2016 
  7. Frank, Allegra (13 de abril de 2016). «Stardew Valley tops a million copies sold, two months after launch». Polygon. Consultado em 13 de abril de 2016 
  8. Baker, Chris (9 de março de 2016). «The 4 years of self-imposed crunch that went into Stardew Valley». Gamasutra. Consultado em 9 de março de 2016 
  9. Hernandez, Patricia (2 de março de 2016). «A Surprising Number of People Feel Bad For Pirating Stardew Valley». Kotaku. Consultado em 9 de março de 2016 
  10. Marks, Tom (4 de março de 2016). «The best Stardew Valley mods». PC Gamer. Consultado em 9 de março de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.